Ferroviária perde nos pênaltis e Independiente Santa Fé disputará final da Libertadores feminina - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Ferroviária perde nos pênaltis e Independiente Santa Fé disputará final da Libertadores feminina

Compartilhe

O Independiente Santa Fé (COL) se garantiu nesta segunda (15) na grande final da Libertadores feminina, que será realizada no domingo, em Montevidéu. A vaga veio nos pênaltis (4 x 2) após empate em 1 x 1 contra a Ferroviária no tempo normal, com gols de Robledo para as colombianas e um golaço de falta de Rafa Mineira para o time brasileiro.


Nas quartas de final, o Santa Fé também precisou dos pênaltis para se classificar, eliminando na ocasião o Avaí Kindermann. Agora, a Ferroviária decidirá na quinta o terceiro lugar da competição. 


A Colômbia tem apenas um título da Libertadores, conquistado em 2018 pelo Atlético Hulia. A outra semifinal é entre Corinthians x Nacional (URU) nesta terça às 17h30 com transmissão do Fox Sports, Star + e Facebook Watch.


O jogo 

A primeira chance foi da Ferroviária, com Sochor chutando pra fora. E foi com ela, que aos 13 minutos, o time de Araraquara quase abriu o placar, em chute de longe defendido em dois tempos por Tapia. A partida estava sendo dominada pela equipe grená, com Rafa Mineira criando lances de perigo, como uma finalização por cima aos 20 minutos.


Embora o time colombiano não oferecesse perigo, a Ferroviária não conseguia converter o domínio em gols e aos 41, Luana derrubou Salazar na área, dando um pênalti para o Santa Fé. Na cobrança, Robledo chutou no canto direto e abriu o placar. 


Aos 46, o Santa Fé chegou de novo com Gauto, que chutou forte e Luciana fez uma grande defesa evitando o segundo gol.


A Ferroviária voltou para o segundo tempo mantendo o ritmo no ataque, utilizando Raquel e Barrinha nas construções das jogadas. Aos 6, Rafa Mineira bateu de longe mas Tapia conseguiu fazer a defesa. 


Com 17, Robledo aproveitou cruzamento e quase marcou o segundo, mas Luciana defendeu de bate-pronto.  


Depois de tanto criar e não marcar, Rafa Mineira marcou um golaço de falta aos 29 e empatou o jogo. Depois disso, o time grená voltou a dominar o jogo, mas aos 35, Luciana evitou mais uma vez que Robledo desempatasse em lance cara-a-cara. 


Tentando evitar os pênaltis, Raquel bateu por cobertura e Tapia se esticou para fazer a defesa. Os dois times passaram a atacar menos e a classificação foi decidida nos pênaltis.


Nos pênaltis, Monalisa, que entrou apenas para a disputa de penalidades máximas, bateu fraco e Tapia defendeu. Na quarta cobrança, Raquel chutou na trave direita e o Indepndiente Santa Fé se garantiu na decisão.


Foto: Reprodução/ Conmebol




Nenhum comentário:

Postar um comentário