Atletas russos menores de 18 anos que não vacinados contra Covid 19 não precisam cumprir quarentena para Pequim 2022


Atletas da delegação olímpica russa que irá a Pequim 2022 com menos de 18 anos, serão dispensados da obrigação de cumprir a quarentena de 21 dias em caso de não tomar a vacina para Covid 19, segundo informação do presidente do Comitê Olímpico Russo (ROC), Stanislav Pozdnyakov.

A regra geral estipulada para os participantes de Pequim 2022, que em caso de não vacinação, cumprir quarentena de 21 dias permanece, salvo essa concedida para os jovens atletas russos.

“Falando em vacinação de atletas menores de idade, recebemos a confirmação após nossas consultas ao COI (Comitê Olímpico Internacional) e o Comitê Organizador local de que nesse caso, eles não fariam parte da categoria de atletas submetidos a quarentena de 21 dias”, disse Pozdnyakov. “Haverá sete atletas com menos de 18 anos em nossa lista, três em competições de patinação artística e quatro em competições de esqui estilo livre”.

Segundo informação do vice-primeiro-ministro russo, Dmitry Chernyshenko, que disse à agência estatal TASS, que mais de 85% dos atletas russos que se preparam para a Olimpíada de Inverno de 2022, foram vacinados contra Covid 19.

Ele também encarregou o Ministério do Esporte da Rússia, a Agência Microbiológica da Rússia (FMBA) e as federações esportivas de completar a vacinação para o restante dos atletas, treinadores e equipe de apoio.

Recentemente o Comitê Organizador de Pequim 2022 anunciou que pessoas imunizadas com vacinas russas para Covid 19 terão permissão de participar da competição.

Até o momento, a Rússia registrou cinco vacinas, Sputnik V, Sputnik Light, EpivacCorona, EpivacCorona-N e a CoviVac.

Foto: Valery Sharifulin/ TASS

Postar um comentário

To Top