Sri Lanka conquista primeiro ouro paralímpico da história no lançamento de dardo F46 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Sri Lanka conquista primeiro ouro paralímpico da história no lançamento de dardo F46

Compartilhe

Dinesh Priyantha exibe a bandeira do Sri Lanka ao lado de placa indicando recorde mundial

Dinesh Priyantha fez história ao conquistar a primeira medalha de ouro da história de Sri Lanka nos Jogos Paralímpicos. Durante a prova do lançamento de dardo para atletas da classe F46, o indiano Devendra havia quebrado seu próprio recorde mundial de 63,97 ao lançar 64,35. Porém, Dinesh surpreendeu a todos ao dilapidar a marca logo em sequência, lançando o dardo a 67,79 na terceira tentativa e conquistando com folga o ouro.


A pequena ilha no sul asiático tinha apenas dois bronzes na história paralímpica. Dinesh, capitão da equipe composta por nove atletas nas Paralimpíadas de Tóquio, havia sido bronze na mesma prova na Rio 2016, enquanto Pradeep Sanjaya levou o primeiro bronze da história, nos 400m metros T46.


Nos Jogos Olímpicos, o Sri Lanka tem duas medalhas de prata, sempre no atletismo: Duncan White, nos 400 metros com barreira de Londres 1948 e Susanthika Jayasinghe nos 200 metros femininos.

Pradeep Nishantha, técnico de Priyantha comentou ao The Sunday Island que já esperava que o srilanquês fosse fazer história. "Todos meus atletas estão em ótima forma e animados para competir". Ele lembrou que seu atleta conseguiu o vice-campeonato mundial em 2019 mesmo com uma lesão. 




Nesta manhã, outros pupilos de Nishantha estarão em ação no Estádio Olímpico. Chaminda Sampath Hettiarachchi e Samitha Dulan competirão também no lançamento de dardo, mas pela F64, prova que também contará com o brasileiro Francisco Jefferson de Lima e Samitha ficou em quarto no mundial.

Dois indianos completaram o pódio, marcando o domínio da região: Devendra ficou com a medalha de prata com 64,35, enquanto Sundar Singh Gurjar foi bronze, com 64,01m. É a terceira medalha paralímpica de Deventra, campeão em Atenas 2004 e Rio 2016. Gurjar foi duas vezes campeão mundial, em 2017 e 2019. Em ambas as ocasiões, Priyantha foi vice. 

Fotos: Reprodução Youtube / Paralympic Games

Nenhum comentário:

Postar um comentário