Equipe brasileira feminina de Esgrima chega a Rússia para a disputa da Copa do Mundo de Espada - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Equipe brasileira feminina de Esgrima chega a Rússia para a disputa da Copa do Mundo de Espada

Compartilhe



A delegação brasileira da esgrima feminina já está reunida em Kazan, na Rússia, onde participa, a partir de sexta-feira (19), da Copa do Mundo de Espada. Será a primeira competição internacional desta arma na temporada, a segunda da modalidade em 2021. Na semana passada, foi realizada a Copa do Mundo de Sabre, em Budapeste, na Hungria.

Amanda Simeão e Marcela Silva seguiram diretamente do Brasil para a disputa na Rússia, enquanto Nathalie Moellhausen viajou diretamente da Europa, já que reside em Paris, na França. As meninas terão a orientação do técnico Marcos Cardoso. A equipe masculina permanecerá treinando na Itália e não participará do torneio.

O momento é muito mais de expectativa e ansiedade. Muitos atletas estão há quase 15 meses sem disputar competições, mesmo em território nacional. E o torneio serve para avaliar qual é o estágio de preparação atual.

“Estou muito ansiosa para participar dessa competição. Após um ano sem competir, quero ver como eu estou e como está o nível dos outros atletas também. Ver minhas sensações em pista e buscar o meu melhor”, afirma Amanda Simeão, atleta que fez parte da equipe brasileira nos Jogos de 2016 e que só conseguiu voltar a treinar no Clube Curitibano no último trimestre de 2020.

No caso da espada feminina, não há a expectativa em relação ao Pré-Olímpico, no Panamá. Nathalie Moellhausen, campeã mundial em 2019, ocupa a segunda colocação no ranking mundial e já está garantida em Tóquio. Amanda e Marcela pensam em evolução para o próximo ciclo olímpico.

Sabre masculino na Geórgia


Enquanto a equipe de espada se prepara para a Copa do Mundo, Bruno Pekelman, Luana Pekelman, Matheus Becker e o técnico Alkhas Lakerbai chegaram na terça-feira (17) em Tbilisi, na Geórgia, onde realizam um estágio de 15 dias de treinamento. 

Depois, Bruno retorna para a disputa do Pré-Olímpico, enquanto os demais seguem diretamente para o Cairo, no Egito, onde participam do Campeonato Mundial Cadete e Juvenil, entre 3 e 11 de abril.

Foto: CBE/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário