América Vôlei vira pra cima do Taubaté, vence no tie-break e força jogo decisivo nas quartas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

América Vôlei vira pra cima do Taubaté, vence no tie-break e força jogo decisivo nas quartas

Compartilhe

 

América Vôlei e Taubaté em confronto das quartas de final da Superliga masculina

A "zebra" segue aprontando na Superliga masculina 2020/21 e novamente em Minas Gerais. No jogo 2 das quartas de final realizado nesta quinta-feira (18), o Montes Claros América Vôlei derrotou o EMS Taubaté Funvic por 3 sets a 2 (23/25, 23/25, 25/21, 27/25 e 15/13), de virada, no Ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) e segue vivo na melhor de 3.


Com a vitória, a tradicional equipe mineira força o jogo decisivo, ainda sem local e data confirmado. A tendência, no entanto, é que a partida que classifica a última equipe para a semifinal ocorra no mesmo ginásio em Montes Claros, até o próximo domingo (21).


O oposto da equipe vencedora foi o grande destaque. Lucas Borges brilhou por Montes Claros e saiu com o Troféu Viva Vôlei de melhor da partida em votação popular. Pelo lado do Taubaté, o ponteiro Douglas Souza foi novamente o principal jogador de sua equipe.


+ Conheça quem são os jogadores do América que derrotaram o Taubaté


O Jogo

O primeiro set começou bem equilibrado, com o América Vôlei sacando bem a impondo pressão. O time da casa conseguiu abrir dois pontos de vantagem, se aproveitando de mais erros do Taubaté. O time taubateano não demorou a equilibrar as ações, e numa ótima sequência de saques do oposto Felipe Roque, empatou e chegou a passar à frente. O jogo seguiu muito equilibrado com o Taubaté impondo agressividade no saque e com bom volume de jogo defensivo. O América manteve bom aproveitamento nas viradas de bola e o set seguiu ponto a ponto até o final. Errando menos nos momentos finais, o Taubaté fechou em 25 a 23.


O segundo set teve o Taubaté  muito bem desde o começo, sacando bem e aproveitando bem os contra-ataques. A equipe taubateana manteve o bom volume de jogo defensivo e o bloqueio cresceu bastante no segundo período. O América Vôlei sofreu com os saques forçados do Taubaté e cometeu mais erros. O Taubaté impôs um jogo agressivo novamente e chegou a abrir vantagem confortável. O time da casa se reergueu no set e melhorou o aproveitamento nos contra-ataques, buscando o empate em 18 a 18. O Taubaté melhorou o aproveitamento nas viradas de bola e, errando menos, fechou em 25 a 23, em 29 minutos, abrindo 2 sets a 0.


O terceiro set começou novamente equilibrado com as duas equipes forçando bem o saque. O América cresceu no set e chegou a abrir cinco pontos de frente. O Taubaté foi buscar a diferença e voltou para o jogo. Com bom aproveitamento nas bolas com os ponteiros e melhor no bloqueio, o América foi melhor nos momentos finais e fechou em 25 a 21, em 26 minutos.


O quarto set começou com o Taubaté melhor, sacando bem e forçando mais erros do adversário. O América reagiu e voltou para o jogo, apostando no saque forçado e minimizando os erros no serviço. O time da casa se manteve à frente do placar em boa parte do período, mostrando mais efetividade nas viradas de bola e com ótimo volume de jogo. O Taubaté cometeu muitos erros e não conseguiu equilibrar as ações. Apesar de ter chegado ao empate em 23 a 23 e levado a decisão ponto a ponto até o final, o América foi melhor e fechou em 27 a 25, em 32 minutos, empatando o jogo e forçando o quinto set.


O tie-break foi bem equilibrado, e manteve a toada dos sets anteriores, com o Taubaté errando muito e sendo pouco efetivo na defesa e no bloqueio. O América Vôlei manteve o volume de jogo, errando pouco e defendendo muito bem, aproveitando as bolas de contra-ataque. O Taubaté chegou a empatar o jogo em 12 a 12, mas não foi suficiente e o América fechou em 15 a 13, vencendo o jogo de virada por 3 sets a 2. A partida teve duração total de 2h20.


Surte + Praia Clube avança e enfrenta Osasco na semifinal da Superliga


Foto em destaque: Divulgação/América Vôlei

Nenhum comentário:

Postar um comentário