Brasileiro de Tiro Esportivo terá prova na mesma distância de ouro de Guilherme Paraense em homenagem aos 100 anos da conquista - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Brasileiro de Tiro Esportivo terá prova na mesma distância de ouro de Guilherme Paraense em homenagem aos 100 anos da conquista

Compartilhe



Em um ano atípico por conta da pandemia que ainda assola o mundo, o Tiro Esportivo nacional mira suas atenções para o Rio de Janeiro para mais uma edição do Campeonato Brasileiro da modalidade, organizado pela CBTE (Confederação Brasileira de Tiro Esportivo). 


Entre os dias 8 e 13 de dezembro, o CMTE (Centro Militar de Tiro Esportivo), localizado no Complexo Esportivo de Deodoro, na Zona Oeste da cidade, recebe uma edição especial do campeonato. Em 2020 completam-se 100 anos das primeiras medalhas brasileiras em olimpíadas, todas as três no Tiro Esportivo. E a edição será em homenagem a esse feito histórico. 

O evento reunirá cerca de 400 atletas de todo o país em provas de Carabina, Pistola, Rifle e Tiro ao Prato e conta ainda com uma prova comemorativa especial, que simulará a primeira medalha de ouro conquistada pelo Brasil, por Guilherme Paraense, nos Jogos Olímpicos de 1920, na Antuérpia. 


O evento será fechado ao público e contará com um rígido protocolo de segurança contra a Covid-19 com base em todas as regras de ouro impostas pela Prefeitura e pelos Bombeiros. As competições vão de 09h às 17h e terão transmissão no YouTube da CBTE entre flashes ao vivo e destaques do dia. 


Como não foi possível executar o Campeonato Brasileiro em sua plenitude por conta da pandemia, ficou estabelecido que os resultados deste evento irão definir os campeões brasileiros em cada uma das disciplinas disputadas, mas não terão validade para o ranking geral ou qualidade.


A previsão do comitê organizador é da participação de 400 atletas, número levemente inferior ao de 2019, muito por conta também da pandemia. Serão realizadas provas de Carabina, Pistola, Rifle e Tiro ao Prato. E este ano a edição será especial por conta de uma grande homenagem aos 100 anos das primeiras medalhas do Brasil em Jogo Olímpicos. São elas o ouro de Guilherme Paraense na Pistola de 30m, a prata de Afrânio Costa na Pistola Livre 60 Tiros e o bronze por equipes na Pistola 50m com Paraense, Afrânio, Sebastião Wolf, Dario Barbosa e Fernando Soledade. 


A organização, inclusive, vai realizar uma prova comemorativa para simular o que ocorreu na conquista de Paraense em 1920, na Antuérpia, com a repetição em detalhes das condições e regras daquela época. A prova comemorativa terá o alvo a uma distância de 30 metros, onde serão disparados cinco séries de seis tiros, totalizando 30 tiros de prova. As inscrições serão feitas no próprio Centro Militar de Tiro Esportivo, com turmas marcadas pela ordem de chegada, com limite de 130 atletas participantes (cabendo apenas uma participação por cada pessoa). 


Foto: Carolina Bittencourt

Nenhum comentário:

Postar um comentário