Após Brasileiro Sub-20 de Atletismo, mineiros Eduardo Ribeiro e Elton Junio já estão de olho nas competições adultas do - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Após Brasileiro Sub-20 de Atletismo, mineiros Eduardo Ribeiro e Elton Junio já estão de olho nas competições adultas do

Compartilhe





As competições mais importantes do calendário nacional estão na mira de alguns dos atletas que ganharam destaque no Campeonato Brasileiro Sub-20 de Atleitsmo, disputado entre os dias 6 e 8 de novembro, em Bragança Paulista (SP). Eduardo Ribeiro Moreira, o Dudu, o melhor atleta da competição sub-20, já anunciou sua expectativa para a disputa do Grande Prêmio Brasil Caixa de Atletismo, dia 6 de dezembro, e o Troféu Brasil Caixa de Atletismo, de 10 a 13 de dezembro – as duas competições serão no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), em São Paulo. 


O mineiro Dudu (Pinheiros-SP) quebrou o recorde no Brasileiro Sub-20 nos 800 m, com 1:47.96, e venceu os 1.500 m, com 3:55.51, no Brasileiro Caixa Sub-20. Dudu confirmou que vai competir no GP, empolgado com a possibilidade de disputar um torneio internacional ainda este ano, já que o Mundial Sub-20 de Nairóbi, do Quênia, para o qual tinha índice foi adiado pela World Athletics para agosto de 2021, logo após a Olimpíada de Tóquio. 


Dudu recebeu convite da organização do GP para correr os 800 m, prova nacional e que abre o programa do GP, às 13:30 do dia 6 de dezembro. Fã do campeão olímpico Joaquim Cruz – “nós sempre falamos dele como referência entre os atletas", observou – quer seguir evoluindo nas provas de meio-fundo orientado pelo treinador Clodoaldo Lopes do Carmo. 


“Estava muito motivado para correr no Mundial, depois de ter batido três vezes o meu recorde pessoal. Comecei a treinar os 800 m no ano passado (2019) com o professor Clodoaldo, em Bragança Paulista, e acho que posso melhorar muito”, disse o atleta nascido em Lavras (MG), em 9 de janeiro de 2001, descoberto aos 12 anos num teste escolar pelo falecido técnico Fernando Roberto de Oliveira, do CRIA Lavras, um centro importante de formação de novos talentos no País, ligado à Universidade Federal de Lavras (UFLA). 


Da mesma escola de Dudu, o também mineiro Elton Junio dos Santos Petronilho (Pinheiros) fez 2,17 m no salto em altura - que também seria o índice para o adiado Mundial Sub-20 de Nairóbi - e entrou no top tem do Ranking Mundial. Está ansioso para as disputas do GP Brasil e o Troféu Brasil. No dia 25 de janeiro, em São Bernardo do Campo (SP), Elton havia saltado 2,13 m. 


“Ganhei com 2,17 m, minha melhor marca. No Brasileiro Sub-20, estabeleci dois PBs (personal bests) no mesmo dia, com um salto de 2,14 m e o outro de 2,17 m. E quase passei o 2,20 m na terceira tentativa – finalizando o salto derrubei o sarrafo. E agora eu queria os 2,20 m para finalizar o ano e tenho pela frente o GP e o Troféu Brasil”, disse Elton, de 19 anos 


O técnico Kiyoshi Takahashi lamentou que Elton faça aniversário no dia 27 de dezembro - nasceu em 2001. "Por três dias ele seria sub-20 no ano que vem e poderia ir ao Mundial. Mas se o Mundial for mantido como sub-20 ele não teria mais idade para se qualificar." Seu objetivo para 2021 passa a ser o Pan-Americano Sub-23. Elton disse que entre os atletas há uma expectativa de que o Mundial de Nairóbi possa ser sub-21. 


Elton também começou no atletismo no Cria Lavras, descoberto por Fernando de Oliveira, como o colega Dudu. Elton participava de uma “brincadeira” em Bom Sucesso, cidade vizinha a Lavras, em Minas Gerais, onde nasceu. “Ele colocou uma corda, no tatame, e me mandou saltar. Em 2017 fui treinar em Lavras e de lá vim para São Paulo”, comentou o atleta que mede 1,85 m e pesa 69 quilos. 


É fã do norte-americano Cristian Taylor, tricampeão mundial do salto triplo, e não pensa em deixar o salto em altura. Pensa num caminho até a seleção principal e os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. Cursa o Ensino Médio. “Perdi um ano de escola quando fui atropelado.”


Foto: Wagner Carmo/CBAt

Nenhum comentário:

Postar um comentário