Esgrimista Bia Bulcão mostra-se confiante em preparação na Itália: “Fisicamente, cheguei melhor” - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Esgrimista Bia Bulcão mostra-se confiante em preparação na Itália: “Fisicamente, cheguei melhor”

Compartilhe




A confiança parece estar em alta na preparação da esgrimista Bia Bulcão. A brasileira está no Frascati Scherma, na Itália, buscando ter as melhores condições conquistar a vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Segundo a atleta, os períodos no Brasil e em Portugal a deixaram em ótimas condições físicas, fazendo com que o foco seja inteiramente na parte técnica neste momento. 


Bia é a atleta brasileira classificada no florete feminino para o Pré-Olímpico do Panamá, em abril. Ainda com remotas chances de classificação antecipada, pelo ranking olímpico, ela não quer deixar escapar a oportunidade, mesmo sem muitas definições de torneios para 2021. 


“Fiz uma boa preparação física no Brasil e depois tive boa preparação em Rio Maior. Cheguei muito melhor do que nas outras temporadas na parte física. Os ajustes são no estilo de combate, que são diferentes do que estava fazendo no Brasil”, diz Bia, que já percebe evolução clara no seu jogo. 


“Com um mês de treinos, já sinto grande diferença. Tecnicamente, recuperei bastante do que eu estava trabalhando antes da pandemia. Aos poucos vai voltando o ritmo de jogo, mas é um dia de cada vez. É um período de muita incerteza. Tenho focado em ajustes e experimentar algumas coisas novas, mudanças que a minha técnica tem feito, para melhorar meu jogo. Experimentamos coisas que tenho mais dificuldades, ao invés de fazer o que tenho facilidade, pois tenho um tempo bom”, explica a atleta. 


Novamente, Bia está no epicentro dos casos de coronavírus no mundo. A Itália aplicou novas restrições, fechando clubes e piscinas públicas. O Frascati Scherma, por ser um clube de esgrima, oferecendo baixo risco de contaminação, em ambiente controlado, tem autorização para funcionar apenas para atletas federados. Porém, a atenção aumentou. 


“A gente tem acompanhado os casos. O pessoal está tomando mais cuidados na sala de esgrima. Mas seguimos trabalhando”, relata. 


Foto: Arquivo Pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário