Atletas do Brasil na Missão Europa apresentam 100% de testes negativos para Covid-19 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Atletas do Brasil na Missão Europa apresentam 100% de testes negativos para Covid-19

Compartilhe

Foram 48 horas de reclusão nos quartos até a divulgação dos últimos resultados e muita ansiedade, mas os 72 atletas que integram a primeira delegação brasileira a participar da Missão Europa receberam a notícia que tanto aguardavam: todos estão liberados para voltarem aos treinamentos. A confirmação veio após os resultados dos 112 exames de sorologia e PCR, realizados assim que o Time Brasil desembarcou em Lisboa, não detectarem a presença da Covid-19 em seus organismos.

“Não tem coisa melhor do que voltar a nadar, voltar ao nosso sonho. Todos estão muito motivados, com vontade de vencer. Tivemos um primeiro treino mais tranquilo, mas não tem sensação melhor do que poder entrar na piscina e fazer o que a gente mais gosta”, comemorou o nadador Pedro Spajari, medalhista de ouro no 4x100m livre nos Jogos Pan-americanos Lima 2019.

Os resultados dos testes comprovam que a estratégia adotada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), liderada pela área médica, se mostrou acertada. No entanto, apesar do sucesso da operação e do baixo risco de contaminação, a ordem é para que todos os protocolos sejam mantidos de forma rigorosa nas próximas semanas.

“Essa chavinha não vira nunca. A nossa orientação é para que os atletas não saiam do centro de treinamento. Temos que monitorar os sintomas de forma diariamente”, explica a coordenadora médica do COB, Ana Carolina Côrte.

Desde o início da pandemia, a cidade de Rio Maior, onde está localizada a principal base do Time Brasil na Missão Europa, registrou somente 27 casos de Covid-19 e nenhuma morte. Segundo dados oficiais da prefeitura local, publicados na última segunda-feira, dia 20, o município tem 2 casos ativos e 25 recuperados, fora 5 pessoas que seguem sob vigilância ativa.

“Nossa prioridade sempre foi a saúde das pessoas. Tanto é que nossa primeira decisão foi dizer aos atletas que a participação na Missão era opcional. Quem se sentisse desconfortável, por questões de saúde ou por julgar que a estrutura de treino no Brasil era adequada, não precisava vir. Mas criamos este protocolo, em que os testamos na saída do país e na chegada a Portugal. Agora eles poderão retomar os treinamentos, e esperamos que tudo ocorra na maior tranquilidade”, diz o vice-presidente do COB, Marco La Porta.

Os atletas das seis modalidades que se encontram em Portugal – boxe, ginástica artística, ginástica rítmica, judô, nado artístico e natação – já têm atividades em dois períodos, exceto o judô, que viajam à tarde para Coimbra, onde permanecem até o fim da Missão Europa. Enquanto os ginastas treinam em Sangalhos, os demais atletas vão usar as instalações do Rio Maior Sports Centre.

Foto: Alexandre Castello Branco/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário