"O coração do esporte suíço começará a bater novamente", diz chefe do Comitê Olímpico da Suíça - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

"O coração do esporte suíço começará a bater novamente", diz chefe do Comitê Olímpico da Suíça

Compartilhe

O esporte já tem data marcada para retornar na Suíça. Pelo menos é o que mostra a decisão tomada pelo Conselho Federal Suíço, órgão que exerce a função de chefia de estado no país, em reunião nesta quarta-feira (27). O Conselho anunciou que, a partir do dia 06 de junho, as medidas de segurança serão "amplamente relaxadas", possibilitando a volta de grande parte da normalidade no país, dentre elas o esporte.

A partir desta data o treinamento é permitido para todos os esportes, sem restrições quanto ao tamanho do grupo de treino e sob regras de higiene e distância. As excessões são os esportes com muitos contatos físicos, como judô e boxe, que devem manter restrições de menores grupos e lista de monitoramento do vírus.

"O coração do esporte suíço começará a bater novamente - e você sentirá esse batimento cardíaco!", disse o presidente do Comitê Olímpico Suíço, Jürg Stahl. "Há muito o que fazer depois de tanto tempo. Competições e jogos, em particular, são um fator importante para associações, clubes e especialmente os jovens."

"Milhares de atletas podem finalmente retornar às suas instalações esportivas a partir de 06 de junho, onde encontrarão seus colegas e os campos de treinamento serão possíveis novamente. O retorno ao treinamento diário é bom para nós atletas - para o corpo e a alma", finalizou.


Com a nova flexibilização no país dos Alpes, eventos com até 300 pessoas serão permitidos, incluindo os esportivos. A única baixa serão os esportes com muitos contatos físicos, que terão que esperar até o dia 06 de julho para estarem liberados.

Além disso, reuniões espontâneas de até 30 pessoas estão permitidos a partir do próximo dia 30, juntando-se a abertura de parques e pontos turísticos. 

A flexibilização se deve aos números estáveis de indicadores epidemiológicos, que não tiveram um aumento nos casos mesmo após pequenas flexibilizações. Nas últimas 24h, apenas três novos casos do novo coronavírus foram registrados no país, enquanto não há registro de novos mortos nos últimos três dias. Ao todo, a Suíça tem 30.729 casos confirmados e 1.917 óbitos.

Foto: Divulgação/Comitê Olímpico Suíço
A partir de 6 de junho, o coração do esporte suíço começará a bater novamente - e você também sentirá esse batimento cardíaco", diz o presidente olímpico suíço Jürg Stahl. «Há muito o que fazer depois de tanto tempo. Competições e jogos, em particular, são um fator importante para associações, clubes e especialmente os jovens. » Milhares de atletas podem finalmente retornar às instalações esportivas a partir de 6 de junho, onde conhecerão seus colegas, e os campos de treinamento serão possíveis novamente. A vida do clube está descongelando e, com ela, a vida da aldeia e da vizinhança. "Para nós, atletas, retornar ao treinamento diário é bom para o corpo e a alma", diz Jürg Stahl.
A partir de 6 de junho, o coração do esporte suíço começará a bater novamente - e você também sentirá esse batimento cardíaco", diz o presidente olímpico suíço Jürg Stahl. «Há muito o que fazer depois de tanto tempo. Competições e jogos, em particular, são um fator importante para associações, clubes e especialmente os jovens. » Milhares de atletas podem finalmente retornar às instalações esportivas a partir de 6 de junho, onde conhecerão seus colegas, e os campos de treinamento serão possíveis novamente. A vida do clube está descongelando e, com ela, a vida da aldeia e da vizinhança. "Para nós, atletas, retornar ao treinamento diário é bom para o corpo e a alma", diz Jürg Stahl.A partir de 6 de junho, o coração do esporte suíço começará a bater novamente - e você também sentirá esse batimento cardíaco", diz o presidente olímpico suíço Jürg Stahl. «Há muito o que fazer depois de tanto tempo. Competições e jogos, em particular, são um fator importante para associações, clubes e especialmente os jovens. » Milhares de atletas podem finalmente retornar às instalações esportivas a partir de 6 de junho, onde conhecerão seus colegas, e os campos de treinamento serão possíveis novamente. A vida do clube está descongelando e, com ela, a vida da aldeia e da vizinhança. "Para nós, atletas, retornar ao treinamento diário é bom para o corpo e a alma", diz Jürg Stahl.
A partir de 6 de junho, o coração do esporte suíço começará a bater novamente - e você também sentirá esse batimento cardíaco", diz o presidente olímpico suíço Jürg Stahl. «Há muito o que fazer depois de tanto tempo. Competições e jogos, em particular, são um fator importante para associações, clubes e especialmente os jovens. » Milhares de atletas podem finalmente retornar às instalações esportivas a partir de 6 de junho, onde conhecerão seus colegas, e os campos de treinamento serão possíveis novamente. A vida do clube está descongelando e, com ela, a vida da aldeia e da vizinhança. "Para nós, atletas, retornar ao treinamento diário é bom para o corpo e a alma", diz Jürg Stahl.
A partir de 6 de junho, o coração do esporte suíço começará a bater novamente - e você também sentirá esse batimento cardíaco", diz o presidente olímpico suíço Jürg Stahl. «Há muito o que fazer depois de tanto tempo. Competições e jogos, em particular, são um fator importante para associações, clubes e especialmente os jovens. » Milhares de atletas podem finalmente retornar às instalações esportivas a partir de 6 de junho, onde conhecerão seus colegas, e os campos de treinamento serão possíveis novamente. A vida do clube está descongelando e, com ela, a vida da aldeia e da vizinhança. "Para nós, atletas, retornar ao treinamento diário é bom para o corpo e a alma", diz Jürg Stahl.

Nenhum comentário:

Postar um comentário