Focken busca ser o primeiro soldado alemão ferido a competir nas Paralimpíadas - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Focken busca ser o primeiro soldado alemão ferido a competir nas Paralimpíadas

Compartilhe

Tim Focken espera se tornar o primeiro soldado ferido do Exército Alemão a competir nos Jogos Paraolímpicos, em Tóquio 2020, adiado para 2021. O soldado foi ferido no Afeganistão em 2010, depois de levar um tiro no ombro esquerdo ao servir com as forças armadas alemãs em Kunduz.

A lesão fez com que Focken perdesse toda a mobilidade no ombro e braço esquerdo. Ele se voltou para o tiro esportivo paralímpico após a lesão e já garantiu uma cota para o Tóquio 2020 depois de ficar fora do Rio 2016. Ele seria o primeiro veterano do exército ferido na Alemanha a competir nas Paraolimpíadas.

Focken disse à Associação Alemã de Esportes Deficientes que iniciar o esporte havia sido um desafio, mas acabou sendo bem-sucedido. "Escolher o tiro ao alvo paralímpico foi a melhor decisão que pude tomar. O tiro é um esporte tão complexo, com tantos processos."

“Bons resultados provocam sentimentos de felicidade em mim. Você nunca deve ser negativo, sempre tem que aceitar a situação e tirar algo positivo do negativo" completou o atleta paralímpico que espera competir no Campeonato Europeu de Lasko, na Eslovênia, em novembro.

O atirador conseguiu retomar o treinamento no campo de tiro do SV Etzhorn recentemente, depois dos treinos adaptados em casa por causa da pandemia do novo coronavírus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário