Wrestling confirma vagas olímpicas já conquistadas nos Jogos de Tóquio em 2021 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Wrestling confirma vagas olímpicas já conquistadas nos Jogos de Tóquio em 2021

Compartilhe

A United World Wrestling (UWW), entidade máxima do wrestling mundial, ratificou que todos os atletas já qualificados aos Jogos de Tóquio terão suas vagas asseguradas para o megaevento,  este  adiado em um ano por conta da pandemia do coronavírus.

O anúncio da federação realizado nesta quarta-feira, 22, foi uma mera formalidade, uma vez que o Comitê Olímpico Internacional (COI) já havia confirmado que as vagas estariam garantidas, logo após o adiamento de Tóquio-2020.

Ao todo, 144 das 288 vagas olímpicas foram conquistadas, através de dois eventos qualificatórios: o Mundial de 2019 e o Pré-Olímpico Pan-Americano, realizado em março deste ano. O Brasil garantiu Laís Nunes, Aline Silva e Eduard Soghomonyan na Olimpíada de Tóquio por meio da seletiva continental. 

A outra metade das qualificações virá dos Pré-Olímpicos da Ásia, da Europa e da África e da Oceania, além da Seletiva Mundial. Cada um dos torneios distribuirá duas vagas olímpicas por categoria. As competições aconteceriam este ano, mas tiveram que ser adiadas por conta da pandemia,  e serão realizadas entre março e abril do próximo ano, de acordo com a UWW.


Pelo menos 44 países já garantiram um atleta. O país com mais qualificados é os Estados Unidos. De 18 categorias dos três estilos do wrestling (luta livre, greco-romana e feminino), o país americano possui atletas garantidos em 15. Vale lembrar que cada nação só pode ter um representante em cada categoria na Olimpíada.

Cuba tem 12 atletas já classificados. O grande destaque da delegação é Ismael Borrero, atual campeão mundial na categoria até 67kg da greco-romana e já ratificado como cabeça de chave número 1 em Tóquio-2020.  Borrero foi infectado com coronavírus recentemente, mas se recuperou.


A Rússia garantiu 9 atletas nos Jogos, todos eles através do Campeonato Mundial do ano passado. O país do Leste Europeu poderá aumentar ainda mais esse número com o qualificatório continental, assim como Cazaquistão e Japão, que garantiram 8 atletas através do Mundial.

Foto: Markus Schreiber/AP Photo

Nenhum comentário:

Postar um comentário