Parada das Nações: Gabão - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Parada das Nações: Gabão

Compartilhe

Sigla: GAB
Medalhas na história: Ouro 0 | Prata 1 | Bronze 0 | Total: 1
No Rio de Janeiro... Ouro 0 | Prata 0 | Bronze 0 | Total: 1

Localizado na região central da África, o Gabão disputa os Jogos Olímpicos desde Munique 1972. O país não mandou delegações para Montreal 1976 e Moscou 1980 e, desde então, sempre participou dos Jogos. Em 2012, o Gabão teve a sua maior delegação, com 24 atletas, e melhor participação, com uma medalha de prata, a única do país na história.

No Rio de Janeiro, a delegação do Gabão foi de 6 atletas e o país saiu da cidade brasileira sem medalhas.

Esportes Fortes

Taekwondo: o esporte marcial colocou o Gabão no mapa olímpico, com Anthony Obame conquistando a inédita medalha para o país, ao ficar com a prata na categoria acima de 80kg nos Jogos de Londres.

Obame é a aposta gabonesa de medalha no Rio de Janeiro
Destaque:

Anthony Obame (Taekwondo): O taekwondista gabonês alcançou a inédita medalha Olímpica para o país ao levar a prata em Londres 2012, mas no Rio de Janeiro acabou decepcionando ao cair na primeira fase na categoria acima de 80kg. Neste ciclo, Obame conquistou o bronze no mundial de 2017 e ficou na segunda rodada em 2019. Com seu rival Abdou Issofou (NIG) já garantido em Tóquio, o gabonês é favorito a ficar com uma das vagas da categoria que será distribuída no pré-olímpico continental

Nenhum comentário:

Postar um comentário