Judô brasileiro mantém atuações ruins e passa mais um dia zerado no Grand Slam de Dusseldorf - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Judô brasileiro mantém atuações ruins e passa mais um dia zerado no Grand Slam de Dusseldorf

Compartilhe

O sábado, 22, foi péssimo para o judô brasileiro. No segundo dia do Grand Slam de Dusseldorf, nenhum brasileiro chegou até as finais. Foram sete atletas competindo no dia e sete eliminações precoces. Apenas Ellen Santana (70kg), Charles Chibana (73kg) e Eduardo Barbosa (73kg) não caíram na primeira luta.  

Ellen foi a brasileira que mais se aproximou das finais, mas não atingiu a reta decisiva. Ela foi derrotada nas oitavas de final pela japonesa Chizuru Arai, bicampeã mundial. Como estreou na segunda rodada, a judoca do peso médio venceu apenas Oula Dahouk, atleta do grupo de refugiados da IJF.

Charles Chibana, que fez somente sua segunda competição na categoria meio-médio, conseguiu vencer duas lutas. O detalhe é que o brasileiro só enfrentou adversários africanos em Dusseldorf. Na primeira rodada, bateu Manuel Agostinho, de Angola. Na segunda, venceu Thato Lebang, da Botswana. Caiu na terceira rodada, diante do egipcio Mohamed Mohyeldin.

Na mesma categoria de Chibana, Eduardo Barbosa, que entrou somente na segunda rodada, também foi eliminado na terceira rodada pelo japonês Shohei Ono. Antes, ele havia vencido o anfitrião Lukas Vennekold. 

Os outro quatro judocas brasileiros foram derrotados na primeira luta neste sábado: Eduardo Yudy (81kg) perdeu para o francês Alpha Djalo, Alexia Castilhos (63kg) para a americana Alisha Galles, Ketleyn Quadros (63kg) para a húngara Szofi Ozbas e Maria Portela (63kg) para a russa Alena Prokopenko.

Os péssimos resultados deste sábado se juntaram ao fraco desempenho do Brasil no dia anterior. Na sexta, os competidores brasileiros não foram nada bem e apenas Daniel Cargnin, na categoria até 66kg, conseguiu chegar nas quartas de final.

As disputas do Grand Slam de Dusseldorf seguem neste domingo, 23, no terceiro e último dia de competição. É a derradeira oportunidade do Brasil não sair zerado da Alemanha. Os meio-pesados e pesados, maiores esperanças de medalha brasileira, entrarão em ação, incluindo Mayra Aguiar, que fará sua estreia na temporada olímpica.

Além de Mayra, na categoria até 78kg, outros sete judocas brasileiros lutarão neste domingo: Maria Suelen Altheman (+78kg), Beatriz Souza (+78kg), Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Buzacarini (100kg), Rafael Silva (+100kg) e David Moura (+100kg).

Foto: Divulgação/IJF

Nenhum comentário:

Postar um comentário