Ryan Lochte descarta voltar ao Rio de Janeiro para depor sobre caso durante os Jogos Rio 2016

Indiciado pela polícia carioca por falsa de comunicação de crime, após depor dizendo ter sido vítima de assalto durante a Rio-2016, o nadador americano Ryan Lochte descarta voltar ao Brasil. Em entrevista ao site de celebridades americanas TMZ, no Aeroporto de Los Angeles, o nadador americano disse que não voltará à cidade olímpica para novo depoimento."Não vou voltar para sofrer punições" disse laconicamente .

O polêmico nadador também minimizou o risco de ser punido, inclusive com a perda das medalhas conquistadas no Rio, pelo Comitê Olímpico Americano e pela equipe de natação dos EUA."Acho que não vai acontecer. Mas, se for, eu mereço, pois foi tudo minha culpa. Sejam quais forem as consequências, terei de aceitar " concluiu.

Após a polêmica de ter mentido sobre um suposto assalto quando na verdade depredou com outros nadadores um posto de gasolina e discutiu com o segurança durante a Rio-2016, Lochte perdeu quatro de seus principais patrocinadores, Speedo, Ralph Lauren, Airweave e Syneron Candela, num prejuízo que pode chegar a US$ 1 milhão a curto prazo( US$ 10 milhões a longo prazo segundo a revista Forbes). Dias depois, no entanto, o atleta fechou contrato com uma empresa de pastilhas para garganta.


Com informações de O globo
Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top