Brasil leva mais duas medalhas no Mundial de Atletismo Paralímpico - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil leva mais duas medalhas no Mundial de Atletismo Paralímpico

Compartilhe

A terça-feira (27.10) no Mundial de Atletismo Paralímpcio, que acontece em Doha, no Catar, rendeu mais duas medalhas para o Brasil. Yohansson Nascimento e Marivana Oliveira somaram uma prata e um bronze, fazendo com que o país chegue a um total de 21 pódios na competição. São três ouros, nove pratas e nove bronzes. O Brasil segue na 10ª posição no quadro geral de medalhas.

Depois de faturar o ouro nos 200m T47, Yohansson ficou com a prata nos 100m. O brasileiro correu a prova em 10s99. Ele chegou próximo do campeão, o polonês Michael Derus, medalhista de ouro com 10s73. O chinês Hao Wang levou o bronze, com 11s06. Foi a oitava medalha de Yohansson em Campeonatos Mundiais. O atleta agora soma três ouros, três pratas e dois bronzes.

“Fiquei próximo dos meus melhores tempos. Eu esperava correr hoje em 10s80, 10s85, mas fiquei feliz, porque em Mundial o que vale mesmo é a medalha. Saio de cabeça erguida, porque levei duas medalhas em duas provas. Só tenho de dar continuidade ao trabalho”, avaliou Yohansson.

O outro pódio do dia foi inédito. Marivana Oliveira, de 25 anos, conquistou o bronze no arremesso de peso F35 em uma prova emocionante. A sul-africana Chenelle van Zyl fez um lançamento de 9,11m em sua última tentativa, ultrapassando a brasileira e tirando-a provisoriamente do pódio. Sob pressão, Marivana cresceu e fez um arremesso de 9,17m, sua melhor marca da carreira e novo recorde das Américas.

“Estava muito bem psicologicamente. Sabia o que eu tinha treinado. No último arremesso, fui para o tudo ou nada, e ainda bem que veio o tudo. Agradeço muito à minha treinadora por tudo que eu sou. Essa medalha também é dela”, dedicou a alagoana.

Foto: CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário