Mundial de Judô 2015 - Dia 6 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Mundial de Judô 2015 - Dia 6

Compartilhe

O último dia de disputas individuais do Mundial de Judô, que acontece em Astana (KAZ), foi marcado por mais um feito incrível de Teddy Riner (FRA) e pelo final melancólico da campanha brasileira na competição.

Na categoria acima de 100kg, Riner alcançou a incrível marca de oito títulos Mundiais - sendo sete individuais - após derrotar na final Ryu Shichinohe (JPN). Os bronzes ficaram com Adam Okruashvili (GER) e Iakiv Khammo (UKR).

O brasileiro David Moura acabou sendo eliminado na primeira luta, para Shichinohe, no número de punições.

Na categoria até 100kg, o Japão levou o sexto ouro no Mundial, com a vitória de Ryunosuke Haga (JPN), que venceu na final Karl-Richard Fray (GER).

As medalhas de bronze da categoria ficaram com Dimitri Peters (GER) e Toma Nikiforov (BEL).

O judoca do Brasil na categoria, Luciano Corrêa, perdeu na segunda rodada para Benjamin Flechter (GBR) no numero de punições.

Na última categoria feminina do dia, a acima de 78kg, Song Yu (CHN) conquistou a primeira e única medalha chinesa no mundial, ao derrotar na final Megumi Tachimoto (JPN).

As disputas do bronze foram vencidas por Idalys Ortiz (CUB) e Kanae Yamabe (JPN).

O Brasil entrou com duas lutadoras na categoria. Maria Suelen abandonou a luta contra Minjeong Kim (KOR) com suspeita de lesão no menisco do joelho, enquanto Rochele Nunes perdeu para Sisi Ma (CHN), ambas na primeira luta.

O Mundial Individual chega ao fim com o Japão lider absoluto do quadro de medalhas, com seis ouros, quatro pratas e cinco bronzes. A França ficou em segundo (2O, 2P e 2B) e a Coréia do Sul em terceiro (2O e 3B). O Brasil terminou um Mundial melancólico, com apenas dois bronzes (Erika Miranda e Victor Penalber), ficando em 13º lugar, com um desempenho fraquíssimo de um dos esportes considerados de ponta no país.

No domingo (30) serão realizadas as competições por equipes. No masculino, o Brasil estreia contra o Uzbequistão, enquanto no feminino, a estreia vai ser duríssima contra o Japão.

Fotos? Divulgação


Nenhum comentário:

Postar um comentário