Foz do Iguaçu celebra o desempenho da Canoagem Slalom em Toronto - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Foz do Iguaçu celebra o desempenho da Canoagem Slalom em Toronto

Compartilhe

Uma recepção digna de campeões para os cinco medalhistas da Canoagem Slalom nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015. Ana Sátila, medalha de ouro no C1 Feminino e prata no K1 Feminino; Charles Corrêa e Anderson Oliveira, prata pelo C2 Masculino; Pedro Gonçalves, também prata no K1 Masculino, e Felipe Borges, bronze no C1 Masculino; receberam uma série de homenagens em Foz do Iguaçu.
Na última quarta-feira (22) foi realizado uma série de entrevistas com os veículos de comunicação locais. Os canoístas também foram recebidos pela diretoria da Itaipu Binacional, representantes do BNDES e pelo restante dos atletas da Equipe Permanente de Canoagem Slalom que treinam em Foz do Iguaçu.
“Temos certeza que é apenas o começo de uma longa caminhada vitoriosa. Estão todos de parabéns”, comentou Jorge Miguel Samek, diretor geral brasileiro da Itaipu Binacional.
Para Gustavo Borges, assessor da presidência do BNDES, a parceria com a Canoagem Brasileira é longa. “Trabalhamos olhando a longo prazo e temos o objetivo de continuar essa parceria por muitos anos”, disse.
Felipe Borges, atleta iguaçuense que ingressou no esporte graças ao Projeto Social Meninos do Lago que é desenvolvido pela Federação Paranaense de Canoagem em parceria com a Itaipu Binacional espera servir de modelo para os novos atletas. “Espero que todos os Meninos do Lago que estão treinando se espelhem em mim e busquem ainda mais do que eu consegui”, lembrou.
Os medalhistas percorreram as principais avenidas da cidade e chamaram a atenção dos moradores por onde passavam. No final do desfile foram recepcionados pela Prefeita em exercício do município, Ivone Barofaldi. “Vocês podem ter certeza que hoje vocês são orgulho da nossa cidade”, afirmou.
O atleta Pedro Gonçalves aproveitou a oportunidade para agradecer em nome dos canoístas que vieram de outras partes do país para treinar na Terra das Cataratas. “Eu cheguei aqui em 2009 e a cidade sempre nos acolheu muito bem. Nos sentimos em casa aqui, posso dizer que Foz do Iguaçu é o meu segundo lar”, revelou o atleta medalhista no Canadá.

  O mesmo é compartilhado por Ana Sátila, medalhista de ouro no Pan que lembra que o resultado é de todos. “Essa vitória tem a participação de muita gente. Todos os nossos patrocinadores foram fundamentais, além da minha família, amigos, equipe técnica, o Comitê Olímpico (COB)... A junção de tudo isso fez com que a gente conquistasse esse resultado e deu essa glória para o nosso país”, afirmou.
  
Na mesma noite foi realizado um jantar com diversos profissionais que estão envolvidos direta e indiretamente com o trabalho dos atletas. Na oportunidade, João Tomasini Schwertner, presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, aproveitou para agradecer a todos, salientou que a conquista é a junção de várias forças e reforçou que a cidade sempre terá a sua importância para a Canoagem Slalom. “Vamos inaugurar nos próximos meses o Canal de Deodoro no Rio de Janeiro e teremos mais um local para fortalecer a nossa modalidade. Contudo, Canal Itaipu continuará sempre nos nossos planos futuros”, salientou.
Na quinta-feira (23), os compromissos iniciaram bem cedo e às oito da manhã as homenagens foram realizadas pelo 34o Batalhão de Infantaria Mecanizada. Ana Sátila foi convidada para hastear a Bandeira do Brasil. Os atletas e a Equipe Técnica formada pelo técnico Ettore Ivaldi, o auxilar técnico Guille Diez-Canedo e o preparador físico Diorgenes Antunes, receberam uma placa em homenagem aos resultados obtidos.
Em seu discurso o Tenente Coronel Agenor Lobo Júnior lembra que há semelhanças entre o trabalho dos atletas e dos homens do exército. “No seu dia a dia tanto vocês quanto nós realizamos treinamentos intensos, duros, mas visando uma causa nobre. Nós estamos aqui treinando, preparando para a defesa do Brasil e vocês treinando e se preparando para representar o Brasil. Nessa ocasião fizeram isso com muita maestria, com muito talento e com muito suor”, disse.
Em outra solenidade os atletas foram convidados para participarem da Reunião Geral de Diretoria da Itaipu Binacional que contou com a presença dos diretores paraguaios e brasileiros. Também participou do evento a atleta paraguaia Ana Paula Fernandes que também veio do Projeto Social Meninos do Lago no Brasil. “Temos o maior interesse de ajudar o esporte e buscar os êxitos do trabalho desenvolvido com os atletas no Brasil e desenvolver também no Paraguai” comentou James Spalding, diretor geral paraguaio da Itaipu.
No final da maratona de homenagens João Tomasini Schwertner agradece em nome da Canoagem Brasileira o apoio dos iguaçuenses para o esporte. “Foz do Iguaçu é a Terra das Cataratas e a Terra da Energia Elétrica. Nós estamos a transformando também na Terra da Canoagem Slalom. Com certeza os nossos atletas darão mais alegria para todos aqui. Queremos continuar investindo ainda mais e contando com o apoio dos nossos patrocinadores: o BNDES, a GE e a própria Itaipu Binacional que é daqui. Tenho certeza que o exemplo do trabalho que realizamos aqui pode ser expandido não só pelo país todo, mas também servir de referencial para outros [aíses como o Paraguai, local onde já temos boas conversas para colaborar no desenvolvimento do nosso esporte por lá”, revelou.

Foto: CBCa

Nenhum comentário:

Postar um comentário