"Não há motivo para negatividade", avisa secretário Ricardo Leyser sobre obras dos Jogos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

"Não há motivo para negatividade", avisa secretário Ricardo Leyser sobre obras dos Jogos

Compartilhe

Durante visita a Teresina, para anunciar a construção dos Centros de Iniciação ao Esporte no Piauí, o secretário nacional de Esportes de Alto Rendimento, Ricardo Leyser, demonstrou confiança em relação às obras dos Jogos Olímpicos Rio 2016. De acordo com o secretário, a estimativa é de que as instalações referentes aos locais de competição e estadia das delegações estejam prontas de acordo com os prazos estipulados.

- Temos plena confiança de que iremos cumprir todos os prazos e já estamos até mesmo adiantados em alguns aspectos. Um elemento a nosso favor são as instalações que herdamos dos Jogos Pan-Americanos de 2007, que nos deixaram uma estrutura muito boa. Isso já adiantou muita coisa, ilustra que este projeto não é feito sem planejamento, não são ideias que surgem do nada. Em relação ao que falta ser construído, não existe motivo para negatividade, está tudo correndo conforme o planejado – comentou o secretário.

Perguntado sobre as críticas feitas pela imprensa nacional e internacional às obras da Copa do Mundo no Brasil, o secretário afirmou que houve uma especulação pessimista, que de fato não se concretizou. Para Ricardo, a situação dos Jogos Rio 2016 é completamente diferente. Ele espera com otimismo o resultado do planejamento feito.

- É uma realidade absolutamente diferente da Copa do Mundo 2014, por diversos fatores. A imprensa nacional e internacional criou uma situação bem negativa em relação à Copa, situação esta que não se concretizou, pois as obras acabaram cumprindo com o esperado. Esperamos não lidar com especulações assim, pois estamos bem adiantados e bastante confiantes com nossos prazos. As obras dos Jogos do Rio serão entregues sem atraso - cravou Ricardo Leyser.


Foto: Divulgação/Ministério do Esporte
Fonte: Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário