Sistemas de Defesa Antimísseis de Tóquio deve passar por atualização antes das Olimpíadas


O Ministério da Defesa do Japão anunciou a pretensão de atualizar o sistema de defesa antimísseis do país um ano antes da realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2020. A expectativa e a implementação das instalações em várias partes da nação, começando pela capital Tóquio em virtude dos eventos do próximo ano.

Segundo o portal de notícias japonês Kyodo News, o planejamento é que o sistemas sejam instalados entre abril e junho na capital nipônica, com expectativa de atualização completa por todo o país em 2022. Essa segurança é vista como uma das principais preocupações dos últimos organizadores, com Londres 2012 também instalando sistemas de defesa similares.

A introdução dos sistemas atualizados ajudaria o país a se defender contra mísseis balísticos e aeronaves não identificadas, incluindo os drones. Isso daria um forte apoio à Força de Autodefesa Aérea do Japão, que conta com sistemas de defesa antimísseis em suas bases em quatro prefeituras.

As partes interessadas (atletas e a mídia) serão submetidos a testes de reconhecimento facial nos pontos de verificação de credenciamento antes de passarem pela área de triagem. Veículos também participarão pela triagem, sendo inspecionados antes de entrarem nas arenas, previamente equipados com permissões de acesso e estacionamento. Um centro de comando de segurança do local controlará todos os outros níveis de segurança.

Foto: Seth Robson/Stars and Stripes

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes