Seleção Brasileira de Ginástica Trampolim é definida para o Mundial da Modalidade, no Japão


A Ginástica Trampolim do Brasil anunciou no último dia 19 a relação de convocados para o Campeonato Mundial de Tóquio (JPN). A competição da elite acontecerá entre 28 de novembro e 1º de dezembro, enquanto os garotos competem entre 5 e 8 do mês que vem. 

Detalhe importante é que os dois Mundiais acontecerão no Ariake Gymnastics Centre, local que receberá todos os eventos da ginástica durante a Olimpíada de Tóquio-2020.

O Mundial ainda terá como atração a mais o fato de ser uma das seletivas para definir as vagas olímpicas para o ano que vem. Os oito melhores classificados (considerando um por país), nos eventos do trampolim individual masculino e feminino, estarão garantidos nos Jogos Olímpicos.

Foram chamados para a equipe adulta um total de oito ginastas (quatro no feminino e quatro no masculino), que irão competir nos eventos individuais e sincronizados.

Para Tatiana Figueiredo, uma das treinadoras da Seleção Brasileira adulta, a equipe chega bem preparada para o Mundial de Tóquio. “Os atletas estão fazendo avaliações periódicas das séries que irão realizar no Campeonato. O objetivo principal é realizar as séries obrigatória e livre com solidez e boa execução. O objetivo é que eles melhorem a pontuação que foi traçada individualmente”, afirmou a treinadora.

Segundo ela, até por causa dos resultados obtidos em várias edições de Copas do Mundo que participaram nesta temporada, as ginastas Camilla Lopes Gomes e Alice Hellen Gomes são as que chegam com mais chances de obter um lugar na final.

“Camilla e Alice são as atletas que têm obtido os melhores resultados recentemente no trampolim individual. Tiveram um excelente resultado no Mundial do ano passado. Elas também têm chance de serem finalistas no trampolim sincronizado, se competirem bem”, explicou. No Mundial de 2018, realizado em São Petersburgo (RUS), Camilla ficou em 14º lugar, melhor resultado individual do Brasil na história. No trampolim sincronizado feminino, outro resultado inédito, com o sexto lugar de Camila e Alice.

Se não conseguirem a vaga olímpica no Mundial, os ginastas brasileiros ainda terão oportunidade de carimbar o passaporte pelo ranking das etapas das Copas do Mundo e pelo Campeonato Pan-Americano. Atualmente, Camilla Gomes é a melhor brasileira classificada no ranking, em 16º lugar. No masculino, o melhor brasileiro é Rayan de Castro Dutra, em 18º.

Nova geração em ação no Japão

Segundo Diego Satiro da Cruz, chefe da delegação do Brasil em Tóquio, o Mundial age group será uma ótima oportunidade para testar a nova geração da ginástica trampolim do Brasil, que obteve ótimos resultados em 2019. “A expectativa para os dois Mundiais são boas. Trabalhamos forte para este evento e estamos muito focados, com um grupo muito coeso. Este ano, tivemos bons resultados em eventos importantes como o Sul-Americano e esperamos repetir esses bons resultados tanto no Mundial”, disse Diego.

Abaixo segue a lista

Feminino
Alice Hellen Gomes
Camilla Lopes Gomes
Daienne Cardoso Lima
Ingrid Souto Maior

Masculino
Carlos Ramirez Pala
Lucas Júnior Tobias
Rafael Oliveira Andrade
Rayan de Castro Dutra

Foto: Dovilgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes