RusAF elege novo presidente após renúncia de acusado em obstruir investigações antidoping


A Federação Russa de Atletismo (RusAF) escolheu Yulia Vyacheslavovna Tarasenko como sua nova presidente. A decisão veio após a renúncia de Dmitry Shlyakhtin, acusado de obstrução de uma investigação de antidoping. De acordo com a agência oficial de notícias estatal russa (TASS) renunciou após ter sido acusado de obstruir uma investigação antidoping e foi imediatamente substituído por Tarasenko.

A decisão foi tomada depois que o Conselho Mundial de Atletismo suspendeu o processo de reintegração da RusAF, depois das acusações da Unidade de Integridade de Atletismo (AIU), que pensava na possibilidade de expulsão do corpo governante nacional.

Tarasenko, uma ex-empresária que virou atleta de esqui, foi escolhida para substituir Shlyakhtin de três candidatos durante a reunião. "Não estamos muito felizes, a situação é muito difícil na federação, mas achamos que há uma chance de lutar pela federação", afirmou. E tão rápida foi sua eleição quanto a repercussão negativa da notícia entre os atletas do país.

A tricampeã mundial de salto em altura Maria Lasitskene, uma das mais críticas a RusAF, disse a RusAF que a troca do comando não representa uma mudança dentro da instituição."Tarasenko é nomeado por Shlyakhtin e deve deixar a Federação imediatamente. Parabéns a todos que pressionaram por este compromisso. Bom trabalho pessoal, a operação para liquidar o atletismo russo está quase concluída".

Foto: Kirill Kudryavtsev/AFP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes