Ídolos do Japão iniciam revezamento da Tocha Olímpica na Grécia


Os medalhistas de ouro olímpicos japoneses Mizuki Noguchi (maratona), Tadahiro Nomura (judô) e Saori Yoshida (luta livre) serão os primeiros a carregarem a Tocha Olímpica nos oito dias iniciais do revezamento da Tocha, na Grécia no mês de março de 2020.

Noguchi será a primeira japonesa a carregar o símbolo dos Jogos após receber a chama olímpico de cidadão grego durante a cerimônia de iluminação em Olímpia, berço das Olimpíadas em 12 de março. A ex-maratonista foi prata no Mundial de Atletismo Paris 2003 e conquistou o ouro em Atenas 2004. Nomura é o único judoca tricampeão olímpico, levando o uro na categoria até 60kg em Atlanta 1996, Sidney 2000 e Atenas 2004.

O lutadora estilo-livre Yoshida também é tricampeã olímpica (Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012), além de levar 13 título mundial na categoria entre 53k e 58kg. Aposentou-se após os Jogos Rio 2016, quando ficou com a prata após perder para a estadunidense Helen Maroulis. Ao longo de sua carreira, a esportista perdeu apenas três confrontos.

Outros atletas, além dos esportistas da nação anfitriã, já carregaram a Chama Olímpica em Olímpia, como o jogador de futebol sul-coreano Park Ji-sung, o ex-jogador de vôlei Giovane Gavio, medalhista de ouro com a seleção brasileira em Atenas 2004 e o jogador de hóquei de gelo russo Alex Ovechkin.

A Chama Olímpica ficará oito dias na Grécia antes de partir para uma jornada de 121 pelo Japão. Na terra do sol nascentes, o revezamento começará na Prefeitura de Fukushima, atingida pelo tsunami em 2011, e encerrará seu percurso na Cerimônia de Abertura de 24 de julho no Estádio Olímpico de Tóquio.

Foto: Yannis Behrakis/ Reuters

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes