Brasil se despede com vitória na Japan Cup de Handebol feminino


A Seleção Brasileira Feminina de Handebol venceu o Japão por 28 a 22 (18 a 14 BRA no primeiro tempo) e fechou a participação na Japan Cup 2019 na terceira posição, à frente do Japão. França e Eslovênia decidiram o primeiro lugar. A partida aconteceu no primeiro ginásio do Yoyogi Stadium, em Shibuya, bairro de Tóquio, no Japão. A Japan Cup serviu como preparação para o Campeonato Mundial Feminino de Handebol que começa no próximo sábado (30/nov).

O Brasil entrou em quadra com uma postura bastante diferente dos jogos anteriores, demonstrando o que o técnico Jorge Dueñas havia solicitado: maior agressividade e ações mais efetivas no ataque. Defensivamente a Seleção também mostrou mais organização e encaixou bem o jogo.

“Hoje era um jogo importante porque era o último antes de jogar em Kumamoto. Penso que a equipe esteve no nível que esperávamos porque acertou muito mais a defesa e também fizemos um bom primeiro tempo no ataque, com muita variedade e com todas as jogadoras marcando gols. Para o treinamento na próxima semana vamos trabalhar porque tivemos alguns jogos ruins e alguns de mais confiança. Hoje era um jogo difícil porque elas têm uma forma de jogar complicada e fomos capazes de adaptar-nos e defender bem, o que era muito importante para pegar confiança na defesa porque nos jogos anteriores não tivemos. Levamos acima dos 30 gols e hoje ficamos mais na realidade”, analisou o técnico.

Deonise completa 200 jogos pela Seleção
A armadora direita Deonise Fachinello, campeã do mundo em 2013 na Sérvia, completou 200 jogos pela Seleção nesse domingo e foi homenageada ao final da partida. Deonise participou da conquista das medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2007 no Rio de Janeiro, esteve nos Jogos Pan-Americanos de 2011 em Guadalajara (México), no Pan de 2015 em Toronto (Canadá) e no Pan de 2019 em Lima (Peru). Participou das Olimpíadas de 2008 em Pequim, 2012 em Londres e 2016 no Rio de Janeiro.

O técnico Jorge Dueñas destacou a importância de atletas experientes no grupo, como Deonise. “Sempre é bom te que tenhamos jogadoras experientes porque trazem confiança e tranquilidade para a equipe. Sabem o que é um campeonato do mundo e tem muitos jogos para saber jogar com a cabeça boa e inteligência. E penso que são jogadoras assim que vão saber jogar esse Mundial com as mais jovens que ainda não tem essa experiência”, disse.

Últimos preparativos para o Mundial
O técnico brasileiro ainda avaliou a participação da equipe na Japan Cup. “Perdemos os primeiros jogos e isso foi importante para analisar o futuro. Saímos mais confiantes. Os primeiros jogos nos mostraram alguns problemas que temos e que podemos melhorar durante esta semana. Esta manhã estive falando sobre isso com as jogadoras. Se tivéssemos ganhado todos os jogos poderia ser bom, mas também poderia trazer excesso de confiança. Esta semana vamos ver o que temos que ajustar e o que fazemos bem, mas temos que ter humildade no trabalho e saber que cada jogo é diferente e estarmos bem concentrados para jogar bem o Mundial.”

Marcaram pelo Brasil: Adriana Castro (5 gols); Ana Paula Rodrigues, Eduarda Amorim e Tamires Morena (4 gols); Ana Claudia Bolzan, Alexandra Nascimento e Mariana Costa (2 gols); Bruna de Paula, Larissa Araújo, Jaqueline Anastácio, Patrícia Matieli e Renata Arruda (1 gol).

França campeã do torneio
Na partida que fechou o torneio, a França derrotou a Eslovênia por 33-21 e sagrou-se campeã da Japan Cup, com três vitórias nos três jogos que disputou. As eslovenas ficaram com o vice-campeonato.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes