Mundial de Atletismo 2019 - Último dia


Sete finais foram disputadas no último dia do Mundial de Atletismo em Doha. A primeira final foi a dos 1.500m masculino, em que o queniano Timothy Cheruiyot conquistou o ouro com o tempo de 3:29.26, mais de dois segundos de vantagem sobre o argelino Taoufik Makhloufi e do polonês Marcin Lewandowski, que completaram o pódio.

Na final feminina do salto em distância, a alemã Malaika Mihambo foi a única a saltar acima dos 7 metros ao marcar 7.30 e ficar com a vitória, seguida da ucraniana Maryna Bekh-Romanchuk (6.92) e da nigeriana Ese Brume (6.91). Na fnal masculina dos 10.000m, a vitória ficou com o ugandense Joshua Cheptegei com o tempo de 26:48.36, seguido do etíope Yomif Kejelcha (26.49.34) e do queniano Rhonex Kipruto (26:50.32).

Na final dos 100m com barreiras, o ouro ficou com a americana Nia Ali, que fez a melhor marca na carreira com 12.34, seguida da compatriota Kendra Harrison (12.46) e da jamaicana Danielle Williams (12.47). Na final masculina do lançamento do dardo, Anderson Peters (GRN) e Magnus Kirt foram os únicos que lançaram acima de 96m, com Peters ficando com o ouro fazendo a marca de 86.89 contra 86.21 de Kirt. Johannes Vetter (GER) ficou com o bronze (85.37).

O Mundial foi encerrado com as provas do revezamento 4x400m, em que os Estados Unidos levaram a melhor. No feminino, as americanas fizeram 3:18.92, seguida da Polônia (3:21.89) e da Grã Bretanha (3:23.02). No masculino, os americanos fizeram (2:56.69), seguidos da Jamaica (2:57.90) e da Bélgica (2:58.78).

Foto: Jayan Orma

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes