Maicon Andrade faz história com o ouro no Grand Prix de Taekwondo, em Sofia


Maicon Andrade conquistou a primeira medalha de ouro do Taekwondo da história do Brasil em Grands Prix, na etapa de Sofia - Bulgária, realizada neste sábado, dia 19/10. Após cinco combates Maicon levou o título da categoria acima de 80 quilos, peso pesado, e garantiu a 10 medalha do Brasil na história do torneio. Neste domingo (20) será a vez de Ícaro Miguel e Talisca Reis buscarem as primeiras colocações de suas categorias. 

- Estou muito feliz com mais esse sonho realizado. Trabalhei muito para representar bem aqui e, graças a Deus, consegui trazer essa medalha tão esperada. A competição é muito importante, uma das mais dificeis, com os melhores do mundo, e que trabalhamos dura para alcançar este resultado. Saí de casa há três semanas e conquistei o título do Canadá Open, a prata no Presidentes Cup e agora esse Ouro inédito. Saio bem satisfeito e agora é continuar trabalhando para ir bem no GP final. Com essas conquistas darei um salto muito grande nos rankings - analisou Maicon Andrade.

Até chegar ao título Maicon enfrentou fortes adversários. Na decisão encarou Kyo Don In, da Coreia do Sul, e em confronto equilibrado levou a melhor, com 4 a 3 no placar. Os primeiros pontos vieram no segundo round em que o brasileiro fechou na frente, por 2 a 1. Na semifinal o brasileiro encarou o medalhista mundial, Ivan Sapina, da Croácia, e esteve a frente durante todo o combate. O placar final marcou 18 a 12.

"Embarquei em busca de 70 pontos e conquistei 65 e ainda trouxe este título tão importante para o Taekwondo do Brasil. Amanhã teremos mais brasileiros e tomara que conquistemos mais medalhas. Espero conquistar a vaga pelo ranking Olímpico torço para que os outros atletas também alcance as vagas pelos rankings porque temos totais condições". 

Junto com o título Maicon garantiu 40 pontos nos rankins mundial e Olímpico e a vaga para o Grand Prix Final, na China em dezembro, competição que conta com pontuação dobrada. 

- Montamos uma estrategia muito boa, para cada adversário, eu e o meu treinador Rafael, que infelizmente não pode vir. Agradeço ao Diego (treinador da seleção brasileira) que me ajudou muito e "sentou" comigo, com orientações e cartões. Saí de casa em busca de bons resultados nas competições internacionais, cada luta foi um passo importante e agora volto ainda mais motivado - finalizou Maincon.

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes