Caio Bonfim acusa arbitragem da Marcha atlética de tendenciosa após punição no mundial de atletismo


Após o décimo terceiro lugar na prova dos 20km da Marcha atlética do mundial de atletismo, o marchador Caio Bonfim criticou fortemente a arbitragem do mundial a acusando de ser tendenciosa. em entrevista ao site globoesporte.com, Bonfim disse que pode comprovar a tendência já que seis marchadores sul-americanos foram punidos - contando com ele - e quatro desclassificados:

"Todos os americanos que tentaram estar entre os oito primeiros foram prejudicados. Eles foram tendenciosos contra a América. Isso já tinha acontecido em outros Mundiais e por isso a marcha quer mudar as regras de quilometragem, de colocar chip, por causa dessas características de tipo de marcha, e quando vimos a lista dos árbitros que estavam, sabíamos que seriam chatos com atletas da América." desabafou o brasileiro, que após dois minutos parados no pitlane, terminou a prova em décimo terceiro.

Dos oito árbitros que estavam na prova, apenas um era do continente americano, Maryanne Daniel, dos Estados Unidos. Coincidência ou não, todos os outros setes correspondem aos países entre os dez primeiros finalistas da prova. Quatro eram europeus - Anne Fröberg (Finlândia), José Dias (Portugal), Dolores Rojas (Espanha), Steve Taylor (Grã-Bretanha); além de dois árbitros asiáticos e um da Austrália.

O site globoesporte.com questionou a IAAF sobre a acusação de Caio, que afirmou que não se pronunciará oficialmente sobre o assunto uma vez que Caio Bonfim não entrou com recurso contra o resultado da prova.

foto: Wagner Carmo/CBAt

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes