Top 6 do mundo, mesa-tenista Hugo Calderano aprova período de treinos no Japão: 'Foram fundamentais'


Sexto colocado do ranking mundial de tênis de mesa, Hugo Calderano participou na última semana de um período especial de treinamentos em Tóquio, no Japão: em um raro momento sem competições, foi possível aprimorar da forma ideal questões técnicas que serão importantes nos próximos meses. De quebra, o brasileiro ainda aproveitou para já sentir o clima da cidade que sediará os Jogos Olímpicos de 2020.

“Por conta do calendário internacional, com tantos jogos, ultimamente tem sido muito difícil achar um período em que eu consiga treinar para evoluir meu jogo, com muita intensidade, quantidade e qualidade. Por isso, acho que esses treinamentos no Japão foram fundamentais”, avaliou o carioca de 23 anos.

Hugo, que garantiu sua vaga olímpica ao conquistar o ouro individual nos Jogos Pan-Americanos deste ano, realizou suas atividades no recém-inaugurado centro de treinamento Ajinomoto, um dos mais modernos do país. O brasileiro dividiu a mesa com alguns dos principais nomes do tênis de mesa japonês, como Tomokazu Harimoto (5º do mundo), Jun Mizutani (13º), Kazuhiro Yoshimura (34º) e Maharu Yoshimura (60º).

“Foi o tempo todo muito intenso, treinei apenas com jogadores de altíssimo nível. As condições lá também eram muito boas, então acho que foi fundamental e vai ajudar a minha parte técnica para os próximos meses”, afirmou Hugo, que também valorizou a visita à próxima sede olímpica.

“É bom ir a Tóquio um pouco antes dos Jogos, para já me conectar com a cidade. Mas realmente o principal foi achar a qualidade de treino que estávamos procurando”, completou.

Segundo o técnico Jean-René Mounie, que acompanhou Hugo no Japão, os treinamentos permitiram ao brasileiro trabalhar de maneira diferente da sua rotina habitual, com seguidas competições. Mesmo não sendo um longo período, os resultados foram considerados muito satisfatórios.

"Aqui no Japão foi bem diferente. Excepcionalmente, tivemos tempo para o Hugo desenvolver o jogo dele: melhorar os pontos fortes e evoluir tecnicamente em diferentes pontos específicos. Mudamos nosso jeito de treinar em relação a duração dos exercícios, situações de jogo, sparrings e adversários. Só a intensidade foi a mesma, pois ele faz o melhor em qualquer circunstância", analisou.

Até os Jogos de Tóquio, Hugo terá uma agenda intensa de competições, o que torna ainda mais valioso o período em que esteve no Japão.

"Ele tem um calendário bem puxado. De junho deste ano até os Jogos Olímpicos, serão 17 competições fora da Europa, onde o Hugo mora. Então, quando estiver na Alemanha, sua rotina de treinos terá como objetivo manter uma boa condição física e um bom ritmo para conseguir encarar todos esses eventos", concluiu Mounie.

Após os treinamentos no Japão, Hugo retornou a tempo de reforçar sua equipe, o Liebherr Ochsenhausen, na vitória do último domingo (15) sobre Zugbrücke Grenzau, pela terceira rodada da temporada 2019/2020 da Bundesliga, a liga alemã de tênis de mesa.

O brasileiro foi determinante no triunfo por 3 jogos a 1 ao vencer as duas partidas que disputou. Primeiro, fez 3 sets a 0 (12/10, 11/9 e 11/9) no norte-americano Kanak Jha (22º). Depois, bateu o dinamarquês Anders Lind (82º) por 3 a 1, parciais de 10/12, 11/3, 11/6 e 11/6.

Foto: Divulgação/Time Calderano

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes