Organizadores de Tóquio-2020 negam pedido sul-coreano contra Bandeira do Sol Nascente


Em mais um capítulo das tensões entre Coreia do Sul e Japão, aquele país pediu para que a Bandeira Marítima de Autodefesa Japonesa, conhecida como "Bandeira do Sol Nascente" seja banida dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, ao alegar que representa "um passado militar e imperial".

Enquanto a população ainda usa a bandeira, ela é vista por alguns, especialmente os vizinhos, como um símbolo do passado agressor. Ao portal insidethegames, os organizadores declararam que não banirão a bandeira. "Ela é usada amplamente no Japão e não é considerada uma declaração política, então não é vista como um item proibido", comentou o porta-voz.

O Comitê Paralímpico da Coreia do Sul já havia pedido para que as medalhas das Paralimpíadas de 2020 fossem redesenhadas por lembrarem a bandeira. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Sul, Kim In-chul já havia declarado à mídia de seu país que "os japoneses sabem bem que os vizinhos observam a Bandeira do Sol Nascente como um símbolo do passado militar e imperial. Japão precisa ser mais humilde em assumir seu legado histórico".

Foto: Reuters

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes