Mundial de Skate Park 2019 - Dia 1


Começou na quinta-feira (12) o Mundial de Skate Park, na cidade de São Paulo. Abaixo segue o resumo do que aconteceu no dia:

FEMININO
Na estreia da competição oficial, a fase open classificatória feminina abriu os trabalhos na pista do Vans Skatepark, localizado no Parque Urbano Cândido Portinari, administrado pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado de SP. 38 mulheres entraram na pista e 16 avançaram para a fase de quartas de final, que acontece nesta sexta-feira. Dentre as classificadas, destaque para Jordan Santana, dos Estados Unidos, que liderou a eliminatória e Karen Jonz, skatista brasileira, que avançou em quinto. 

“É realmente legal esse campeonato estar acontecendo aqui no Brasil e que tantos patrocinadores tenham aparecido. As pessoas apoiando o skate e eu acho que é muito maneiro que tenham aparecido tantas pessoas pra ver as meninas andando na pista. Isso é muito legal e fiquei muito feliz com a minha volta”, disse Jordan.

Brasileira melhor classificada, Karen Jonz, apesar de ter optado por cuidar um pouco mais da família neste ano, mostrou que o estilo e a técnica com o skate continuam a mesma. Mesmo com o nervosismo, a experiente skatista comprovou que nunca perderá o skate no pé. 

“Recentemente me dei conta que a rotina puxada de campeonatos não vai exatamente de acordo com meus princípios atuais. Meu foco principal tem sido buscar um skate equilibrado, cuidar da minha saúde mental, física e da família. Por ser aqui em SP fiquei com vontade de participar, por ser perto, poder ficar com a minha filha, ser uma pista que eu gosto de andar. Vim sem nenhuma expectativa além de fazer parte do evento e ficar junto com as meninas que começaram a andar de skate se inspirando em mim até. Eu estava muito nervosa por estar sem ritmo mas todo mundo me deu muito suporte dizendo que eu tenho experiência, que ando bem e fiquei imensamente feliz de acertar a primeira volta. Senti na hora que estava fluindo e não ia cair”, declarou Karen que espera continuar inspirando cada vez mais mulheres a acreditar em si mesmas. 

“Minha expectativa para amanhã é não ter expectativa outra vez. Pretendo melhorar a volta, dar algumas manobras que não dei hoje, acreditar em mim mesma e fazer o máximo possível. Além disso me divertir e somar para o skate feminino. Sou a mais velha da competição, espero que outras mulheres saibam que nunca é tarde (nem cedo) pra fazer o que se gosta e mesmo com filhos e dificuldades vamos tentando, caindo, levantando e seguindo em frente”.

Quem também mostrou muito estilo foi Amelia Brodka, da Polônia, que terá a chance de disputar a fase de quartas de final amanhã e segue em busca do título da competição. 

“É realmente maravilhoso voltar a São Paulo e andar no World Skate Championship. É uma participação muito maneira, todas estão se divertindo muito. O sol tá brilhando, a pista é incrível e é um grande lugar pra se estar. Eu fiz uma volta boa e consegui me classificar para amanhã, então eu tô muito animada por causa disso. Eu estou querendo muito andar nessa pista um pouco mais e mandar ver”.

MASCULINO

Dos 19 classificados para as quartas de final masculina desta sexta-feira, cinco são brasileiros. Pedrinho Carvalho, Matheus Mello, Mateus Hiroshi, Italo Penarrubia e Luigi Cini avançaram na competição. Destaque também para Thomas Schaar, que liderou a eliminatória, e o tricampeão nas olimpíadas de inverno e 15 vezes medalhista de ouro nos X Games (skate/snowboarding) Shaun White. 

Os 19 classificados se juntam a 13 pré-classificados e formam a disputa das quartas de final. Com apenas 14 anos, Pedrinho Carvalho, natural de Florianópolis, foi o melhor brasileiro dentre os classificados. 

“Foi muito legal, uma oportunidade incrível. Treinei muito a semana inteira, todo mundo quebrou, então passar com uma boa colocação vai ser muito importante para embalar amanhã. Eu consegui acertar o 540 e o heel flip então fiquei muito feliz porque foram as melhores manobras que eu estava treinando. Amanhã quero conseguir fazer mais manobras difíceis para me classificar para sábado também”. 

E uma das baterias mais esperadas do dia contou com o tricampeão olímpico Shaun White. O americano correspondeu e avançou na 13ª posição. 

“Ah, eu estou amarradão! Os 19 melhores passam para a próxima fase, que é a disputa das quartas e eu tive essa volta muito irada que eu estava guardando pra amanhã. Eu só queria passar dessa fase e eu consegui, então eu vou andar de novo amanhã. Eu tô muito feliz, muito feliz mesmo”. 

Foto: Julio Detefon

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes