Governo de Tóquio propõe medidas de qualidade da água para garantir a segurança dos atletas em 2020


As propostas para garantir a segurança dos atletas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos após a descoberta de altos níveis de bactéria em um local que será utilizado durante Tóquio 2020 foram divulgadas pelo governo metropolitano de Tóquio.

No mês passado, a parte de natação do evento de teste do Tóquio 2020 do Para-Triatlo foi cancelada no Parque Marinho de Odaiba após a descoberta de níveis de bactérias fecais que excederam em muito os limites aceitos.
O jornal Mainichi, no Japão, informou que o governo está planejando melhorar a limpeza dos sistemas de esgoto a tempo dos Jogos e aumentar o número de redes implantadas nos canos de esgoto próximos, para impedir a saída de resíduos.

Os relatórios também afirmam que o governo realizará uma análise para melhorar a situação depois que os atletas que competem no evento de teste de natação reclamarem de água pungente durante a competição.

O governo alega que os altos níveis de bactérias medidos durante os eventos de teste ocorreram como resultado das chuvas de um tufão que se aproximava.

A alegação do governo foi de que o tufão criou mais esgoto que as instalações de tratamento da região poderiam processar, fazendo com que a drenagem doméstica flua para a área de competição.
A questão da qualidade da água é o problema mais recente para os organizadores das Olimpíadas de Tóquio, que continuam trabalhando para lidar com as preocupações de calor e umidade no Japão.

A temperatura inclusive fez os organizadores mudarem o horário de algumas competições.

Foto: AFP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes