Resumão do Parapan 2019: Dia 1

 





 Atletismo



VEJA TAMBÉM:  Guia Parapan 2019 - Atletismo

O atletismo paralímpico do Brasil faturou 12 medalhas no primeiro dia de disputas em Lima. A primeira medalha veio com Izabela Campos no lançamento de disco F11 com a marca de 35,32m - novo recorde pan-americano. Já Thiago Paulino bateu o recorde mundial do arremesso de peso F56/57 com 15,26m - a antiga marca era dele, 15,11m e ficou com o ouro. Claudiney Batista ficou com a prata na mesma prova.

No disco masculino F37, veio a prata com João Victor Teixeira, que alcançou 48m97. Na pista, a primeira medalha brasileira veio com Fábio Bordignon, que registrou 26s67 nos 200m F35. Jair Henrique Souza ficou com o bronze no lançamento de disco F40/41 com 7,92m. Nos 5000m T13, Yeltsin Jacques ficou com o bronze e ainda teve o drama de seu guia Rafael Soares ter passado mal nos metros finais(foto abaixo).


Elizabeth Rodrigues levou o ouro no lançamento de disco F52/53 com a marca de 16,67m, novo recorde mundial. Ainda tivemos um pódio triplo nos 200m T11 feminino com Jerusa Geber, Thalita Simplício e Lorena Spoladore ficando com ouro, prata e bronze respectivamente. Viviane Soares fechou o dia de medalhas no atletismo com o bronze nos 200m T12





Basquete em cadeira de rodas


O Brasil teve esteias tranquilas tanto no masculino quanto no feminino, enfrentando o Peru em ambos os naipes. Entre os homens a vitória foi de 105 a 25. Gelson Júnior foi o cestinha brasileiro com 20 pontos, seguido de Marquinhos com 15 pontos.  Já no feminino a vitória foi de 88 a 8. Perla Assunção foi a cestinha com 20 pontos.





Futebol de 5



O Brasil estreou tropeçando na sua estreia. A seleção brasileira não conseguiu furar a retranca da Colômbia e o jogo ficou no 0 a 0. Com a vitória da Argentina por 2 a 0 na Costa Rica, o Brasil está em segundo empatado com Colômbia, México e Peru, que também ficaram no 0 a 0.





Futebol de 7



O Brasil estreou com uma vitória tranquila em cima do Peru: 10 a 0. O Brasil abriu 7 a 0 no primeiro e no segundo, só administrou para completar o placar. Jefferson foi o artilheiro brasileiro com 3 gols.

Nos outros jogos, a Argentina venceu  a Venezuela por 7 a 1 e os Estados Unidos venceu a Colômbia por 5 a 0.






Judô




O primeiro ouro do Brasil nos jogos Parapa-americanos veio do judô para cegos. Giulia Almeida (foto), de 19 anos, venceu todas as suas quatro lutas de ficou com a medalha de ouro na categoria até 52 kg feminina - que não é sua categoria. Giulia é da categoria até 47kg e teve que disputar uma acima por conta de falta de inscritas e venceu três atletas mais pesadas do que ela. Karla Cardoso venceu duas lutas e perdeu outras duas, ficando com a medalha de bronze na mesma categoria.

Na categoria até 60Kg masculina, Thiego Marques chegou até a semifinal, mas foi derrotado por Henry Borges (URU). então o brasileiro foi disputar o bronze contra Justin Karn (CAN) e venceu, conquistando a medalha. Na categoria até 90kg masculino, Artur Silva ficou com a prata, por ter tido um ippon em três lutas enquanto Brayan Valência (MEX) conseguiu dois ippons em três lutas (só tinham apenas 4 inscritos nessa categoria)

Na categoria até 66kg masculina, Anderson Wassian perdeu para José Romero (CUB) na disputa do bronze e ficou sem medalha. Na categoria até 100kg masculina, Julio Santos perdeu nas quartas de final e conseguiu via repescagem ir para disputa do bronze. E acabou encontrando o multi medalhista Antônio Tenório, que perdeu nas semifinais para Yordani Fernandéz (CUB). E o bronze ficou com Tenório, que se valeu e toda sua experiência para derrotar o compatriota. 

O judô brasileiro fechou o primeiro dia com uma medalha de ouro, uma de prata e três bronzes.





Rugby em cadeira de rodas





As duas partidas do Brasil no dia eram difíceis: Canadá e Estados Unidos. Contra os canadenses, derrota por 58 a 43 e contra os americanos, mais uma derrota, 55 a 35. O Brasil está em terceiro com uma vitória e duas derrotas e enfrenta Chile e Argentina no domingo (25) no encerramento da primeira fase.





Tênis de mesa

A primeira medalha do Brasil no Parapan saiu no tênis de mesa, com o confronto caseiro na semifinal da class 1 entre Conrado Contessi, que perdeu para Aloísio Júnior na semifinal, que deixou Conrado com a medalha de bronze. Já Aloísio ficou com prata ao ser derrotado por Yunier Fernandez (CUB)

O Brasil conquistou  5 ouros e de quebra 5 vagas nos jogos Paralímpicos : Paulo Salmin confirmou o ouro na classe 7 com mais uma vitória. O brasileiro só perdeu um set em toda a competição mostrando sua superioridade diante dos rivais. Na classe 4 feminina, Joyce de oliveira confirmou o favoritismo e levou o ouro, ao derrotar Marta Werdin (MEX) por 3 sets a 1 - único set perdido por Joyce durante o Parapan.

A classe 8-10 feminina foi quase totalmente dominada pelas as brasileiras. Daniele Rauen derrotou Lethicia Lacerda - que ficou com o bronze - e na final enfrentou Jennyfer Parinos e também venceu a compatriota levando o ouro. Outra final brasileira foi na classe 10 com Carlos Carbinatti e Cláudio Moura, com Carbinatti vencendo por 3 sets a 0 e levando a medalha de ouro.

O quinto ouro do Brasil no tênis de mesa veio com Luiz Manara (foto acima), que derrotou Steven Roman (CRC) por 3 sets a 1 na classe 8 masculina. Luiz, Paulo Salmin (classe 7), Joyce de oliveira (classe 4), Danielle Rauen (classe 9) e Carlos Carbinatti (Classe 10) se garantiram nas paralimpíadas de Tóquio

Marilene Santos quase conseguiu o ouro e a vaga paralímpica. Ela derrotou Cátia Oliveira - que ficou com o bronze - na semifinal,mas na final foi derrotada por Maria Sigala (MEX) e ficou com a prata. Na classe 9, Ramon Colombo e Lucas Carvalho foram derrotados por Miguel Vazquez (MEX) e Tahl Leibovitz (USA), respectivamente, na semifinal e ficaram com o bronze

Na classe 4, Alexandre Ank ficou com o bronze após perder para Cristian Gonzalez (CHI). Já Eziquiel Babes ficou com a prata ao perder o mesmo chileno que derrotou Ank.  Na classe 3, Welder Knaf ficou com o bronze ao perder para Jenson Van Emburgh (USA) na semifinal. 

Na classe 2 masculina, Guilherme Costa e Iranildo Espíndola chegaram até as semifinais, mas caíram para Luis Flores (CHI) e Victor Reyes (MEX) respectivamente e os dois ficaram com o bronze. Na classe 7 feminina, Milena Santos e Aline Ferreira só venceram uma das quatro partidas e ficaram em quarto e quinto, sem medalhas - só tinham cinco inscritas na classe delas. 

Com isso, tênis de mesa paralímpico do Brasil está com 19 medalhas: 5 de ouro, 5 de prata e 9 de bronze. Com as competições por equipes começando nesse domingo (25)





Tênis em Cadeira de rodas



Brasil estreou no tênis em cadeira de rodas no torneio de simples feminino. Meirycoll Duval venceu Johana Marínez (COL) por 2 sets a 0 (6/1 e 7/6) e avançou para a próxima fase. Já Rejane Cândida perdeu para Nicole Maria Dhers (ARG) por 2 sets a 0 (3/6 e 5/7) e foi eliminada.





Tiro Esportivo






Foram disputadas duas prova sno tiro esportivo paralímpico e o Brasil faturou 4 medalhas.No rifle de ar 10m SH2, Alexandre Galgani foi prata e Bruno Kiefer foi bronze; Na pistola 50m SH1 Geraldo Rosenthal levou o ouro e com direito a novo recorde parapan-americano com 210.3 pontos. Sérgio Adriano ainda foi bronze na mesma prova.




Vôlei sentado



A seleção feminina estreou com uma boa vitória em cima do Canadá, por 3 sets a 1(25/23, 22/25, 28/26 e 25/18). Laiana Rodrigues foi a principal pontuadora com 11 pontos. Já o masculino jogou duas vezes nesse sábado : Primeiro uma vitória de 3 sets a 0 sobe a Costa Rica (25/7,25/9 e 25/11) e depois jogou contra os Estados Unidos e no confronto de favoritos ao ouro deu Brasil, que derrotou os americanos por 3 sets a 1 (14/25, 25/17,25/20 e 25/20). Os brasileiras lideram o grupo com 3 vitórias em três jogos.


O Brasil fechou o primeiro dia do Parapan em primeiro, muito por conta das 19 medalhas do tênis de mesa. confira abaixo o top5 do quadro de medalhas dos Jogos Parapan-americanos:





Fotos: Alê Cabral, Alexandre Schneider, Daniel Zappe, Saulo Cruz e Washington Alves/Exemplus/CPB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes