Prata no Mundial de Esportes Aquáticos, Etiene Medeiros já está em Lima para as disputas dos Jogos Pan-Americanos


Poucos dias após desembarcar no Brasil vindo da Coréia do Sul, onde competiu no Campeonato Mundial de Natação, em Gwangju, e trouxe na bagagem uma medalha de prata nos 50m costas, a pernambucana Etiene Medeiros já está a caminho de seu próximo desafio. O compromisso da vez serão os Jogos Pan-Americanos Lima 2019, no Peru, onde ela disputará seis provas entre os dias 6 e 10 de agosto: 50m livre, 100m costas e revezamentos 4 x 100m livre, 4 x 100m livre misto, 4 x 100m medley e 4 x 100m medley misto.

"Busco encarar um dia de cada vez, senão você pode acabar se perdendo no que tem que fazer. Estou tentando me preparar com o objetivo de, sempre que cair na água, ser eficiente, com foco também na recuperação e fisioterapia. Chegando no Peru, terei minha primeira prova no dia 6, o revezamento 4x100m livre. Neste ano abri mão dos 100m livre e terei duas provas individuais (os 50m livre e 100m costas) sempre indo atrás do melhor resultado, além de quatro revezamentos", conta Etiene.

Nos Jogos Pan-Americanos de 2015, Etiene Medeiros conquistou o ouro nos 100m costas, com a marca de 59s61, recordes do Pan e sul-americano que continuam até hoje. Na mesma noite, levou ainda a medalha de prata nos 50m livre, quebrando o recorde sul-americano com 24s55. Etiene também ajudou o Brasil a ganhar outras duas medalhas de bronze, nos revezamentos 4x100 metros livre (neste, batendo a marca sul-americana, com o tempo de 3m37s39, junto com Larissa Oliveira, Graciele Herrmann e Daynara de Paula) e 4x100m medley, ao lado de Jhennifer Conceição, Larissa Oliveira e Daynara de Paula.

"Nestes três dias em que estou no Brasil, procurei me preservar ao máximo, com o corpo se adaptando à mudança do fuso horário asiático para o do continente americano. Sei que não apenas na água eu tenho que dar meu melhor, mas também fora. Vou ter meus pais e meu irmão comigo em Lima e isso dá um pouco mais de conforto e, dessa forma, me sinto mais em casa", destaca Etiene. "A busca é sempre por um lugar no topo. A expectativa é boa, mas sabemos que tudo pode acontecer. Quero sair de lá com medalhas e fazer o melhor resultado. Tenho condições de fazer isso, com mente preparada e também bem fisicamente", finalizou.

Foto: Igo Biome

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes