Panam Sports quer diminuir número de esportes não-olímpicos para Santiago-2023


Os dias de Jogos Pan-Americanos são as únicas chances a cada quatro anos dos brasileiros saberem que existem, ou se tiverem sorte, assistirem um pouco de esportes inusitados e sem repercussão no país, como Raquetebol, Fisiculturismo ou Pelota Basca - no qual o Brasil conquistou sua primeira medalha na história do Pan.

Porém, a Panam Sports, entidade organizadora dos Jogos, quer diminuir o número dos esportes não-olímpicos para a próxima edição. Em Lima, foram sete esportes não-olímpicos, já que caratê e surfe farão sua estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Boliche, Esqui Aquático, Patinação Artística e Squash são os outros esportes, que já participam há várias edições do programa. 

Ivar Sisniega, secretário-Geral da Panam Sports, antiga Odepa, declarou que o plano é ter apenas seis esportes não-olímpicos em Santiago-2023. Ele não esclareceu se os esportes adicionais seriam considerados a partir da lista de "esportes fixos" do COI ou se da lista dos esportes que serão disputados em Paris-2024.

O objetivo é que a decisão seja tomada no encontro da Panam Sports em Fort Lauderdale, EUA, este dezembro, o que significaria pouco antes de quatro anos dos jogos de Santiago. Sisniega dise que as regras exigem que o programa esportivo seja finalizado três anos antes dos Jogos Pan-Americanos.

"A discussão inicial do Comitê Executivo é que temos que ser seletivos e ter certeza que esses esportes não-olímpicos devem assegurar seu lugar nos Pan-Americanos. A regra básica é que dos nossos 41 Comitês Olímpicos, pelo menos 20 devem ter uma federação reconhecida, em funcionamento".

O dirigente ainda disse que não é "escrito em pedra" que a organização de Santiago-2023 tenha o direito de escolher três esportes adicionais, "baseado no que eles gostam, no que eles são bons". Os outros três esportes seriam escolhidos pela Panam Sports, "baseado no que é melhor para os jogos, para a televisão e para os esportes na América".

O presidente da Panam Sports Neven Ilic declarou que a meta de adicionar mais eventos qualificatórios para as Olimpíadas pode ser uma razão para diminuir o número de esportes não-olímpicos.

Fazendo um balanço geral, Ilic disse que a Vila Pan-Americana, os voluntários - "muito simpáticos" - e o andamento dos esportes foram uma surpresa agradável, e ele não comentou sobre o calendário bagunçado que colocou atletismo, natação e judô juntos na última semana e teve 72 disputas de medalhas no penúltimo dia, correspondentes a 17% do total de ouros entregues. 

Foto: Washington Alves/COB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes