Mesa-tenista Hugo Calderano aponta a força mental como trunfo para o ouro individual em Lima: 'Foi a chave do jogo'


Hugo Calderano apontou a força mental como grande trunfo para conquistar na noite da quarta-feira (8) o bicampeonato individual do tênis de mesa nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. O brasileiro, atual sexto colocado do ranking mundial, bateu na decisão o chinês naturalizado dominicano Wu Jiaji por 4 sets a 3 (11/8, 6/11, 8/11, 11/7, 8/11, 11/8 e 11/2).

"A sensação é incrível, ganhar pela segunda vez o Pan. Estou muito feliz com meu nível aqui, especialmente na final. Enfrentei um jogador muito forte tecnicamente. Tenho que dizer agora que ele também é forte mentalmente. A chave do jogo foi a parte mental. Ele estava dominando a partida no início, mas eu consegui achar soluções e no fim crescer para ganhar o ouro", analisou.

Após seis sets iniciais muito disputados, Hugo conseguiu se impor diante do adversário na série decisiva - algo que ele atribuiu essencialmente ao grau de concentração atingido.

"O último set foi a parte mental. No Pan de Toronto, também venci a final por 4 a 3 e o último set por 11/2, contra o Gustavo Tsuboi. E atribuo isso à parte mental, estava em uma zona muito profunda", afirmou.

Antes de levar o título individual, Hugo já havia sido campeão na véspera em Lima, nas duplas masculinas, ao lado de Gustavo Tsuboi. O carioca de 23 anos conquistou os quatro ouros que já disputou até aqui em Jogos Pan-Americanos. Em Toronto, há quatro anos, ele levou os de simples e por equipes.

As medalhas em Lima reforçam o bom momento que Hugo vive. Sólido no Top 10 do ranking mundial, em que hoje é o não-asiático melhor ranqueado, o brasileiro vem de bons resultados em eventos internacionais, como a medalha de bronze na última edição das Finais do Circuito Mundial. Pelo seu clube, o Liebherr Ochsenhausen, foi o principal destaque nas conquistas da Liga Alemã e da Copa da Alemanha desta temporada.

Último desafio em Lima
Nesta quinta (8), Hugo iniciará seu último compromisso em Lima: as disputas por equipes. A seleção brasileira, formada por ele, Gustavo Tsuboi e Eric Jouti, enfrentará o Canadá, às 14h30 (de Brasília), e México, às 21h30, pela fase de grupos.

Os dois primeiros colocados avançam às quartas de final, que serão realizadas na sexta (9). Semifinais e final estão programadas para sábado (10).

Foto: COB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes