Duda Amorim diz que ficar no 'top 10' é a meta do Brasil no mundial de handebol feminino


Uma das principais jogadoras da Seleção de handebol, Duda Amorim comemorou muito o hexacampeonato pan-americano, e a vaga olímpica para Tóquio. Em entrevista ao diário 'Lance!' ela revelou que a conquista teve sabor especial.

"Dos três títulos, o do Pan do Rio, em 2007, foi marcante opor ter sido o primeiro. E esse porque talvez tenha sido o meu último. Tinha planejado prolongar minha carreira por mais dois anos, mas nunca de sabe, né ?" Explicou a armadora de 32 anos

Duda também destacou a importância da renovação da equipe e da rotatividade do elenco durante o Pan, algo que será visto também no mundial da modalidade, que será no japão, em dezembro: "Esta rotatividade será muito importante neste Mundial. Aqui no Pan, conseguimos fazer bem isso. No segundo tempo, praticamente só as estreantes que jogaram. Isso é muito importante em termos de equipe.  Foi um título importante porque dá confiança e entrosamento ao grupo, e isso será fundamental na disputa do Mundial"

E talvez mais importante, assegurando a classificação da equipe para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no ano que vem. O handebol é uma das 22 modalidades que concedem vagas diretas ou pontos para rankings classificatórios da próxima Olimpíada.

No fim, Duda contou suas expectativas para o mundial, que é fazer uma atuação bem melhor do que na última edição, onde ficou em décimo sétimo lugar: "Esse título pan-americano tirou um peso enorme de nossas costas. Este é um ano muito importante para nós e sabíamos que este seria um primeiro passo importante. Agora, temos que nos concentrar na nossa preparação para o Campeonato Mundial do Japão, onde pretendemos ficar ao menos entre os dez primeiros colocados e assim ter alguma esperança de medalha da Olimpíada" 

foto: Wander Roberto/ COB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes