Comitê Organizador dos Jogos de 2020 estão apreensivos com os níveis de bactérias na baía de Tóquio


Os níveis excessivos de bactérias detectados na baía de Tóquio, no Japão, levantam preocupações para as competições olímpicas a disputar nessas águas em 2020, mas o comité organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos assegurou na quarta-feira (21) que fará "todo o possível" para resolver o problema.

A questão veio pela primeira vez à luz em 2017 e voltou a aparecer durante uma competição de paratriatlo realizada no último final de semana, na Baía de Tóquio, que forçou a organização a cancelar a parte aquática do evento teste para os Jogos Paralímpicos de 2020.

O comité organizador diz que "fará todo o possível" para resolver o problema e garantir "que todas as competições possam ser realizadas com garantias para os atletas", disse o vice-presidente do organismo, Yasushi Yamawaki.

Os organizadores começaram a instalar barreiras submarinas na baía no ano passado, para interromper o influxo de esgoto nas águas e, diante do reaparecimento de níveis excessivos de bactérias, planeia triplicar as camadas de proteção submarina.

"Estamos confiantes de que o problema pode ser resolvido com essas medidas", disse o diretor de comunicação do Comité Paralímpico Internacional, Craig Spence, que se mostrou decepcionado com o cancelamento da natação no evento de teste para os Jogos Paralímpicos de 2020.

Com informações de Diário Record
Foto: Reprodução/Triathlon Live

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes