Comitê Olímpico do Brasil capacita treinadores de judô de olho nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020


Campeão mundial e olímpico de judô em Pequim 2008 na categoria até 90kg e atualmente treinador da modalidade, o georgiano Irakli Tsirekidze foi convidado pelo Comitê Olímpico do Brasil para ministrar o primeiro módulo do Curso de Alto Rendimento (CEAR Excelência), que aconteceu entre os dias 22 e 26 de julho no Parque Aquático Maria Lenk. Entre seus alunos-treinadores, todos com alto potencial de medalha e responsáveis pela trajetória de sucesso dos atletas brasileiros, estão a treinadora da Seleção Brasileira de Judô masculino, a japonesa Yuko Fujii; o treinador da Seleção Brasileira de Judô feminino, Mario Tsutsui; o vencedor do Prêmio Brasil Olímpico como melhor técnico do ano de 2017, Antônio Carlos Pereira (Kiko); e o sensei criador do Instituto Reação, Geraldo Bernardes.

Nos últimos dois dias de curso, os alunos-treinadores tiveram a oportunidade de transmitir aos seus atletas o que aprenderam com o treinador georgiano. Nomes como o do medalhista olímpico Rafael Silva e dos campeões Pan-americanos Beatriz Souza e Daniel Borges participaram do treinamento com Irakli Tsirekidze, que fez demonstrações e orientou individualmente os atletas.

“Agradeço a oportunidade que o Comitê Olímpico do Brasil proporcionou para trocar conhecimento com o time brasileiro. É importante para os treinadores e atletas a mistura do conhecimento georgiano com a técnica dos brasileiros. Já conhecia os judocas brasileiros, como Tiago Camilo e Leandro Guilheiro, e gosto muito do estilo deles. Poder ensiná-los, é uma honra. Acho importante os movimentos que os brasileiros fazem nas lutas. São bastantes espertos tecnicamente e acredito que o potencial brasileiro misturado com o georgiano pode dar bastante resultado no futuro” disse Irakli Tsirekidze.

Desenvolvido pelo Instituto Olímpico Brasileiro, o CEAR Excelência foi lançado em 2018 para treinadores das equipes nacionais que trabalham com atletas de alto potencial de medalhas no atual ciclo olímpico. Com conteúdo personalizado e direcionado para suprir as demandas especiais dos treinadores e seus atletas em curto prazo, o CEAR contemplou a Ginástica em sua primeira turma e este ano traz o Judô.

“Anualmente vemos as carências das modalidades e desenvolvemos um curso customizado para preparar da melhor forma possível nossos principais atletas e treinadores. A partir daí, identificamos quem são os treinadores no mundo que podem trazer esses diferenciais no desenvolvimento do Time Brasil. Estamos a um ano de Tóquio e todos esses ajustes na preparação podem ser determinantes para uma medalha. O treinamento é realizado para os treinadores que são os multiplicadores do aprendizado. São eles que vão orientar seus atletas e os próximos que virão”, explicou o gerente executivo de Alto Rendimento, Sebastian Pereira.

Foto: COB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes