Caso de atleta trans do Levantamento de Peso pode custar mais vagas olímpicas à Armênia



A Federação Internacional de Levantamento de Peso (IWF) publicou uma lista atualizada com violações anti-doping na modalidade. Um total de 76 vagas olímpicas possíveis já foram perdidas por 17 nações em um programa da federação que visa penalizar nações com histórico de doping na modalidade. 

Qualquer país com mais de 20 casos positivos desde os Jogos de 2008 em Pequim só pode levar dois atletas para os Jogos Olímpicos de Tóquio – 1 de cada gênero –, ao contrário das 8 vagas permitidas para as outras nações. Países com 10 a 19 casos podem levar 4 atletas, 2 de cada gênero. A Armênia já perdeu quatro vagas e deve perder mais duas, quando o caso de Mel Daluzyan ser julgado, aumentando para 20 as sanções do país.

Mel Daluzyan, um homem trans competia no levantamento de peso feminino como Meline, e venceu o título europeu em 2008, além de ter conquistado medalhas de bronze no Campeonato Mundial de 2006 e 2010. Ele saiu da Armênia em 2016 e mora atualmente na Holanda, onde pediu asilo político e virou crítico feroz do governo armênio. Seus resultados nos 69kg feminino de Londres-2012 já foram anulados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

Em entrevista ao site LGBT News, Daluzyan disse que a situação para gays e trans na Armênia é "catastrófica" e reclamou de "propaganda de ódio" por parte de oficiais do Governo. Um documentário sobre sua vida foi recentemente rodado na Holanda. Com 31 anos, ele esteve na mídia holandesa recentemente após ser esfaqueado enquanto tentava prevenir um assalto em Amsterdã e foi descrito como um "herói".

Na corrida para Tóquio 2020, além da Armênia, Azerbaijão, Belarus, Cazaquistão, Rússia já estão limitados a um homem e uma mulher; Países que têm entre 10 e 19 casos de doping e só podem levar dois homens e duas mulheres para as Olimpíadas são: Bulgária, Romênia, Ucrânia (16), Uzbequistão (15), Egito, Turquia (13), Irã, Moldova (12), Índia (11), Albânia, Malásia e Tailândia (10). A Venezuela está na berlinda, com nove atletas condenados. 

Foto: Facebook

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes