Brasil ganha um bronze no Mundial Juvenil de Natação, dominado pelos EUA e com destaques da Austrália, Croácia e Rússia


O sétimo Mundial Juvenil de Natação aconteceu em Budapeste, entre 20 e 25 de agosto e mostrou um amplo domínio norte-americano que levaram 18 ouros e 37 medalhas no total, muito a frente da Rússia (7 ouros e 22 medalhas) e Austrália (4 ouros e 13 medalhas). Meninos de 15 a 18 anos participaram do evento e garotas de 14 a 17 anos. O Brasil conquistou um bronze com Murilo Sartori nos 200m livre, com Murilo Sartori. O russo Andrei Minakov e a australiana Lani Pallister foram eleitos os melhores nadadores da competição. Ambos levaram 3 ouros e 3 pratas durante a semana.

O primeiro título mundial veio na terça-feira: Gabor Zombori garantiu a festa da torcida nos 400m livres. Nos revezamentos o time norte-americano formado por Jake Magahey, Gianluca Urlando, Adam Chaney e Carson Foster levou o ouro nos 4x100m masculino em uma prova em que o Brasil terminou em 5º; os EUA também levaram o ouro nos 4x200m livre feminino para nunca mais perder a liderança no quadro de medalhas. 

O destaque brasileiro do segundo dia ficou por conta de Murilo Sartori, que teve os 50m finais mais rápido e garantiu a medalha de bronze com 1:47.39. O campeão foi a sensação norte-americana Gianluca Urlando com 1:46.97 e a prata ficou com o sueco Robin Hanson (1:47.03).


A primeira final da quarta-feira, já teve recorde de campeonato. Tomas Ceccon bateu seu próprio recorde do campeonato, estabelecido nas eliminatórias do dia anterior a caminho da vitória nos 100m costas. Lillie Nordmann (USA) foi campeã nos 200m borboleta. Benedetta Pilato (ITA) levou o ouro nos 50m costas e o russo Vladislav Gerasimenko foi o melhor nos 100m peito. A canadense Jade Hannah levou o ouro nos 100m costas e Carson Foster (USA) anilquilou recorde do campeonato nos 200m medley. Nas últimas disputas do dia Lani Pallister (AUS) levou os 800m feminino e o time norte-americano foi campeão nos 4x100m medley misto. 

A primeira campeã da quinta-feira foi a canadense Jade Hannah nos 200m costas. Nos 100m borboleta Andrei Minakov (RUS) levou o ouro. O brasileiro Bernardo Bondra terminou em 5º. Nos 100m livre feminino, Gretchen Walsh (USA) venceu do início ao fim. Nos 800m o croata Franko Grgic sagrou-se campeão mundial. Para fechar o terceiro dia, o time norte-americano levou o 4x100 livre masculino.

Na sexta-feira, a primeira final do quarto dia viu Josh Mathey (USA), de 16 anos, bater o recorde do campeonato nos 200m peito. Torri Huske levou o título nos 50m borboleta. Nos 50m costa masculino, Jan Cejka (CZE) foi campeão. O título dos 100m costa feminino ficou com Evgenia Chikunova, da Rússia. Lani Pallister venceu seu segundo título, nos 400m feminino, com direito a recorde de campeonato. Os 50m livre masculino coroaram Vladyslav Bukhov foi coroado como o campeão mundial juvenil nos 50m livres. Outro ouro norte-americano veio nos 200m medley com Justina Kozan. O time norte-americano formado por Jake Magahey, Luca Urlando, Jake Mitchell, e Carson Foster bateu o recorde mundial juvenil no 4x200m livre masculino para fechar o dia. O Brasil, formado por Brunno Suzuki, Murilo Sartori, Eduardo Moraes e Gustavo Saldo, ficou em quarto lugar.



No quinto dia, Lani Pallister (AUS) continuou a mostrar seu domínio com mais um recorde de campeonato nos 1500m livre. Thomas Ceccon (ITA) levou os 50m borboleta. Bernardo Bondra, em sua segunda final, ficou em 7ª. Bronte Job garantiu mais um ouro para a Austrália nos 50m costas. No 4x100m feminino, os EUA bateram a Austrália e Itália e levaram o ouro. A grande surpresa do dia ficou por conta dos 4:11.93, novo recorde mundial juvenil de Apostolos Papastamos (GRE), nos 400m medley.

O último dia de finais teve início com a prova mais tradicional da natação. Andrei Minakov venceu os 100m livres; o brasileiro Murilo Sartori terminou em 8º. Evgeniia Chikunova liderou uma dobradinha russa nos 200m peito, enquanto Wyatt Davis liderou uma dobradinha norte-americana nos 200m costas e Gretchen Walsh outra nos 50m livres. Torri Huske deu outro ouro aos EUA nos 100m borboleta.


O grande destaque do dia e um dos maiores nomes do mundial surgiu no último dia. Franko Grgig destruiu o recorde mundial juvenil de Mack Horton nos 1.500m livres com 14:46.09, marcando o sexto tempo mais rápido do ano. Luca Urlando venceu os 200m borboleta tendo crescido no fim da prova e levou seu terceiro ouro do Mundial.

Vladislav Gerasimenko (RUS) venceu no 50m peito enquanto Erika Fairweather (NZL) venceu a campeã dos 400, 800 e 1500m livres na disputa dos 200m rasos. Fechando a competição, a Rússia ganhou dos EUA nos 4x100m medley masculino, com direito a novo Recorde Mundial Juvenil e os EUA deram o troco na final do 4x100m medley feminina.

Fotos: Breno Barros / Rede do Esporte; Swimming Australia / Delly Carr; Rafael/Domeyko Photography; FINA

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes