Após décima medalha em dez Pans, velejador Cláudio Biekarck não descarta participação no Pan de Santiago em 2023


Se no Brasil Thiago Pereira é o Mr.Pan por conta do seu recorde de medalhas conquistadas, o Brasil tem outro Mr.Pan: O velejador Cláudio Biekarck, que disputou o deu décimo pan e conquistou sua décima medalha em Lima , prata na classe Lightning ao lado de Isabel e Gunnar Ficker, aos 68 anos. E ele não descarta estar em Santiago daqui a quatro anos, aos 72. tudo vai depender de como ele estará fisicamente:

"Talvez. Acho que você se dispôr a vir para o Pan precisa ver como está se sentindo nos próximos quatro anos, é um campeonato longo, cansativo, exige uma preparação prévia. Se me perguntar hoje, falo que não, mas em quatro anos, quem sabe? Depende de como vou estar" explicou Cláudio em entrevista ao site globoesporte.com

Sobre a competição, Cláudio afirmou estar muito feliz pela medalha, e que o ouro era difícil: "É uma satisfação representar o Brasil de novo, nosso objetivo era trazer uma medalha e sabíamos que não seria fácil, mas foi além da expectativa. Terminar a serie classificatória empatado com o argentino, atual bicampeão. Nós já estávamos felizes já antes da "medal race". Hoje ele (Javier Conte) velejou melhor, ele é super experiente, medalhista olímpico (bronze em Sydney 2000), mas estamos super felizes."

Cláudio foi prata com Gunnar Ficker, seu parceiro na Lightning desde a década de 80 e Isabel Ficker,  filha de Gunnar, que estreou em Jogos Pan-americanos

foto: Jone Roriz/COB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes