Mundial de Vôlei de Praia 2019 - Dia 9: Canadá leva o título no feminino


A última dupla do Brasil ainda viva no Mundial de Vôlei de Praia, que está sendo realizado em Hamburgo (GER), foi eliminada neste sábado (6) e assim o país completa o pior desempenho da história na competição. Nenhuma medalha e sequer chegando as semifinais nos dois naipes.

Masculino
A única dupla brasileira que ainda estava na disputa, André e George (ES/PB), ficou nas quartas de final. Eles foram superados por Bourne/Crabb (EUA) por 2 sets a 1 (21/16, 15/21 e 15/17).

André defendia o título conquistado em Viena (AUT) em 2017. A competição em Hamburgo foi o primeiro Mundial adulto de George. A parceria entre o capixaba e o paraibano, que é recente, é a mais jovem entre as quatro duplas brasileira que foram ao campeonato. Ao final do jogo das quartas de final, André analisou o resultado final para o futuro do time.

“Acho que faltou um pouco de calma, mais da minha parte principalmente. Mostramos neste campeonato que temos poder de reação, mas os outros times também têm essa força, e hoje nós acabamos cedendo. Estávamos com a bola na mão para a semifinal, mas, independentemente disso, é o nosso primeiro Campeonato Mundial juntos, foi o primeiro do George no adulto, temos só três meses de parceria. Este é um torneio todos querem vencer, mas temos um foco maior, estamos no meio de uma corrida olímpica e o resultado aqui foi importante para a gente”, comentou André.

Para George a eliminação foi mais um aprendizado para a jovem dupla.

“Tínhamos dois pontos do jogo com nossa virada de bola, poderíamos ter fechado, mas eles fizeram um bom trabalho. Isso faz parte do jogo, eles formam um time de muita qualidade. Vamos continuar crescendo como um time. Cada jogo é um aprendizado para nós, ainda temos muito para nos desenvolver”, disse George.

A final masculina será entre as duplas Viacheslav Krasilnikov/Oleg Stoyanovskiy (RUS) e  Julius Thole/Clemens Wickler (GER).

Feminino
A dupla Sarah Pavan/Melissa Humana-Paredes (CAN) conquistou neste sábado o primeiro título mundial ao derrotar April Ross/Alix Klineman (USA) por 2-0 (23-21, 23-21).

Com o título, a dupla também garantiu vaga em Tóquio 2020.

O bronze foi para a dupla Mariafe Artacho/Taliqua Clancy (AUS), que derrotou Nina Betschart/Tanja Huberli (SUI) por 2-0 (21-18 e 22-20).

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes