Mundial de Esportes Aquáticos 2019 - Dia 10


O Brasil garantiu vaga em Tóquio 2020 no Revezamento 4x100m Masculino, mas a medalha não veio no primeiro dia da Natação no Mundial de Esportes Aquáticos, em Gwangju (KOR).

BRASILEIROS
Na final dos 4x100m, após ficar em 6º lugar na semifinal, a equipe composta por Marcelo Chierighini, Pedro Spajari, Bruno Fratus e Breno Correia repetiu a mesma posição na final, com o tempo de 3:11.99, mais de 2s acima do vencedor, os Estados Unidos (3:09.96).

A Rússia levou a prata e a Austrália ficou com o bronze.

Ao ficar entre os doze melhores tempos, o Brasil conseguiu a vaga para o Revezamento em Tóquio 2020.

Entre os outros brasileiros, apenas Nicholas do Santos teve um bom dia, ao classificar com o segundo melhor tempo para a final dos 50m Borboleta masculino. 

Os demais ficaram pelo caminho. João de Deus (100m Peito) ficou com o 11º tempo na semifinal, Luiz Altamir (400m Livres) foi o 15º na fase preliminar, Vinicius Lanza (50m Borboleta) foi 28º na fase preliminar e Felipe Lima (100m Peito) 18º na fase preliminar.

RESULTADOS
Com todos os problemas relativos a doping, Sun Yang (CHN) ganhou os 400m Livres masculino com 3:42.44. No pódio o detalhe é que o medalhista de prata, Mack Horton (AUS), se recusou a subir no pódio ao lado do chinês e sequer olhou para ele.

A surpresa do dia foi a derrota de Katie Ledecky (USA), que ficou com a prata nos 400m Livres feminino, para Ariarne Titimus (AUS), com o tempo de 3:58.76.

Nas provas de Revezamento, os Estados Unidos levaram o título no masculino, enquanto a Austrália ganhou no feminino (3:30.21).

Foto: FINA


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes