Mundial de Esgrima 2019 - Dia 3: Guilherme Toldo é finalista no florete e Julien Baneux abandona após lesão no joelho


Chegou ao fim a fase classificatória do Mundial de Esgrima, que definiu os nomes a se juntarem aos 16 pré-classificados na fase final a ser disputada em Budapeste a partir de amanhã. Assim como nos outros dias, o Brasil classificou um representante no Top64: Guilherme Toldo estará na disputa por medalhas no Florete masculino. 

Nesta quinta-feira, começam as disputas de medalha, no sabre masculino e espada feminina. Nathalie Moellhausen, 22ª melhor espadista do mundo, estreia as 03:50 da manhã, horário de Brasília diante da polonesa Renata Knapik-Miazga (47ª).

Toldo, cabeça-de-chave de sua poule por conta da 26ª colocação no ranking mundial, iniciou o dia com quatro vitórias diante de seis adversários na poule. No mata-mata qualificatório, conseguiu vitórias incontestáveis: 15/2 diante de Silviu Rosu (ROU, 400º) e Lucas Mottiat (BEL, 266º). No sábado, dia 20, ele enfrenta o japonês Takahiro Shikine, pela Rodada de 64. 

Floretista brasileiro torce joelho e vira dúvida para competição de equipes


Os outros brasileiros tiveram bons resultados e ficaram no quase. Henrique Marques (90º) também ganhou quatro vitórias na fase inicial, com destaque para o 5/2 diante de Choi Chun Yin Ryan (HKG, 23º). Depois de uma boa vitória por 15/8 contra Alexandru Sirb (ROU, 434º), ele foi superado por Toshiya Saito (JPN, 24º) por 15/5 na última rodada e terminou a competição em 83º. 

Heitor Shimbo (80º) venceu três jogos de poule e teve uma estreia equilibrada nas eliminatórias, caindo por 15/13 para Ou Feng Ming (TPE, 133º) e fechando o mundial em 110º.

A notícia ruim do dia veio por conta da lesão contraída por Julien Baneux. O brasileiro, 97º melhor do mundo, torceu o joelho em combate apertado (7/7) contra o alemão André Sanita e ficou em 69º na classificação final. De acordo com a Confederação Brasileira de Esgrima (CBE), o atleta fez exames no hospital para avaliar a gravidade do problema e se ele poderá participar, na próxima segunda-feira, da competição por equipes, importante etapa na corrida olímpica para o time brasileiro. 

A única representante do sabre brasileiro em Budapeste, Giulia Gasparin venceu apenas um duelo em seu grupo e não passou de fase, terminando o mundial em 129º lugar. A maior surpresa no sabre feminino foi a queda da japonesa Fukushima Shihomi, 29ª melhor do mundo, diante da turca Deniz Selin Unludag, 93 posições abaixo. Já no florete masculino, todos integrantes do top30 inscritos disputarão as medalhas no sábado.

Foto: BizziTeam / Federação Internacional de Esgrima

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes