Luta do Brasil conquista três medalhas em competição na Espanha


A Luta feminina brasileira subiu ao pódio em três categorias do wrestling feminino no Grand Prix de Madri 2019, disputado neste sábado, na capital espanhola. Aline Silva voltou a disputar uma competição em solo europeu depois de 2 anos afastada por lesões e ficou com a medalha de prata até 76kg. Giullia Penalber fez ótima competição e terminou com a medalha de bronze até 57kg, mesma colocação de Lais Nunes até 62kg. Além do trio medalhistas Kamila Barbosa até 50kg, Camila Fama até 55kg também representaram o Brasil, mas não avançaram para as finais. A equipe feminina terminou em quinto lugar por equipes entre os 16 países que disputaram o estilo. Confira abaixo como foram as lutas que valeram medalha para as brasileiras.

Na disputa do bronze até 57kg, Giullia Penalber enfrentou Graciela Sanchez na disputa de um dos terceiros lugares do torneio. A lutadora fez dois pontos a passar para as costas da rival e em seguida conseguiu uma queda de quatro pontos. Antes do minuto final, Giullia conseguiu encostar a rival e garantir a primeira medalha de bronze para o Brasil no torneio espanhol.

Lais Nunes, na categoria até 62kg, também não deu chances a adversária na luta pela medalha de bronze e venceu a torcida local e a espanhola Lidia Perez ainda no primeiro round.

Já Aline Silva, enfrentou Ekaterina Bukina na final do torneio após depois de se enfrentarem na fase de grupos. A russa Bukina iniciou a luta com o single leg e conseguiu uma queda de quatro pontos, seguida de uma passada para as costas para abrir 6 a 0. Aline não se abateu e por pouco não encostou a rival ante do fim do primeiro round. No segundo período, a russa se limitou a defender e fazer o tempo passar. Aline buscou a luta, diminuiu o placar para 6 a 1 e ficou com a medalha de prata.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes