Com equipe completa, badminton do Brasil inicia participação nos Jogos Pan-americanos


As disputas do badminton nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 começam nesta segunda-feira, dia 29, e vão até o dia 2 de agosto. O Brasil estará representado por oito atletas, número máximo possível, sendo quatro no masculino e quatro no feminino, que participarão das competições de simples, duplas masculina, feminina e mista. As partidas serão realizadas no Estádio Centro Deportivo Pan-Americano (Ginásio Poliesportivo 2), com capacidade para mil pessoas.

A equipe brasileira de badminton em Lima será composta por Artur Pomoceno, Fabiana Silva, Fabrício Farias, Francielton Farias, Jaqueline Lima, Sâmia Lima e Tamires Santos e Ygor Coelho. A seleção brasileira é comandada pelo português Marco Vasconcelos, que está confiante e satisfeito com a preparação da equipe. “Os treinos têm sido bons, a atmosfera no grupo é boa, eles estão bem preparados para os Pan-americanos, com um bom espírito. Isso é muito bom, e eu não noto muita ansiedade nem nervosismo e isso é bom sinal. Por agora estamos satisfeitos com a preparação”, avaliou Vasconcellos. 

Grande destaque da equipe, o carioca Ygor Coelho, por sua posição no ranking mundial, não precisará disputar a rodada eliminatória inicial, avançando diretamente para a segunda. Bicampeão pan-americano, o brasileiro não vê a hora de botar a peteca no ar.

“Estou ansioso para começar. Conheço bem os adversários que estão aqui, a maioria deles já jogou o circuito pan-americano. Vai ser duro, mas dá para buscar uma medalha. Essa atmosfera de Vila, de ver outras pessoas no refeitório é muito legal, mas também é um fato distração. Graças a Deus eu já joguei Pan-americanos, Jogos olímpicos, então eu já tenho experiência dessa parte e eu estou levando de um jeito positivo”, observou Ygor.

Nas simples femininas, nenhuma das brasileiras precisará passar pela fase inicial. Fabiana Silva encara Sabrina Solis, do México. Sâmia Lima, por sua vez, desafia a canadense Rachel Honderich. Já Jaqueline Lima aguarda a adversária, que saíra do confronto entre a venezuelana Tiffany Sánchez e a cubana Yeily Rodríguez.

Nas duplas masculinas, Francielton e Fabrício Farias encaram os donos da casa José Guevara e Daniel La Torre Regal nas oitas de final.

Nas dulplas femininas, Jaqueline e Sâmia Lima enfrentarão as dominicanas Nairoby Abigail Jiménez e Bermary Polanco. Em caso de vitória, as rivais da quarta já estão definidas: Daniela Macias e Danica Nishimura, do Peru.

Nas duplas mistas, Fabrício Farias e Jaqueline Lima já pularam a primeira rodada e disputarão as oitavas de final, ainda sem adversários definidos. Enquanto isso, Artur Pomoceno e Fabiana Silva duelam com os jamaicanos Samuel O´Brien Ricketts e Tahlia Richardson.

“A possibilidade de uma medalha é real, até pelos resultados que este grupo vem fazendo. Este é um grupo muito jovem que pode fazer este ciclo e mais um, coisa que não tivemos no passado. E pelo nível que eles vêm apresentando abrem bons horizontes para os próximos ciclos. Aqui vamos bater de frente com as potências”, analisou o treinador Marco Vasconcellos.

Foto: COB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes