Após enfrentar chinês em torneio na Malásia, Hugo Calderano volta atenções por medalhas nos Jogos Pan-Americanos


O brasileiro Hugo Calderano volta todas as suas atenções para a disputa dos Jogos Pan-Americanos, em Lima, no Peru, onde vai buscar o bicampeonato do torneio individual e de equipes. Na madrugada da sexta-feira (19), pelas oitavas de final do T2 Diamond, em Johor Bahu, na Malásia, ele foi derrotado pelo chinês Fan Zhendong, número 3 do mundo, por 3 a 0 na disputa normal de sets (8/11, 10/11 e 6/11), dentro dos 24 minutos estabelecidos pela regra da disputa, perdendo posteriormente no T5, por 5 a 2.

No primeiro set, o brasileiro demorou a encaixar seu jogo, permitindo ao adversário, que jogava de forma bem agressiva, abrir no placar. Na segunda parcial, Calderano equilibrou as ações e esteve muito perto de fechar, quando vencia por 10 a 8, mas permitiu que Zhendong fizesse três pontos consecutivos (os sets no T2 Diamond terminam em 11 pontos, independentemente da diferença).

No terceiro set, o chinês continuou controlando as ações. Encerrados os 24 minutos estabelecidos pelo regulamento do torneio, a partida foi para o T5. Zhendong fez 4 a 0, Calderano ainda tentou reagir, mas perdeu por 5 a 2.

“Temos que reconhecer que o Fan Zhendong foi melhor do que Hugo nesse jogo. Hugo teve bons momentos, mas faltou um pouco de consistência. Quando teve a oportunidade de estar em vantagem, o Fan mostrou o melhor dele. Talvez as coisas poderiam ser diferentes se ele ganhasse o segundo set, mas o Fan teve controle do jogo. A exigência desse nível, contra um jogador Top 5, é bem alta. Se você joga bem, ao invés de muito bem, não dá para ganhar”, reconheceu o técnico de Calderano, Jean-René Mounie.

Calderano permaneceu dois dias treinando na Malásia, retornando ao Brasil. No final dessa semana ele se apresenta em São Caetano do Sul (SP), onde inicia os treinos com o grupo da Seleção Brasileira. A viagem para Lima ocorre no final do mês.

Atualmente como melhor atleta das Américas, Calderano é um dos grandes favoritos ao bicampeonato individual nos Jogos Pan-Americanos. Terá como um dos grandes adversários Gustavo Tsuboi, seu parceiro no torneio de equipes, onde o Brasil também é o atual campeão. Eric Jouti completa o trio brasileiro na disputa.

Foto: ITTF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes