Vice-presidente do COI diz que as candidaturas olímpicas não mais correrão risco de repassar custos para a população


O vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional,  Juan Antonio Samaranchm disse que acontecerá uma atualização muito importante no processo de candidaturas olímpicas, em que a populações não corram mais o risco de arcar com possíveis prejuízos.

Após saber da intenção de Madri (ESP) lançar candidatura para receber os Jogos Olímpicos em 2032, Samaranch disse que seria bom aguardar alguns dias, pois a reunião da Mesa Executiva em Lausanne (SUI) trará mudanças.

O espanhol disse que na reunião uma grande atualização do sistema de escolha de cidades-sede está sendo realizada. Samaranch também falou que estão tornando tudo mais flexível, como fizemos com a escolha das sedes de 2024 e 2028 no mesmo dia e na escolha da sede para os Jogos de Inverno de 2026, em que haverá até mesmo a divisão entre países diferentes, no caso em que se Estocolmo for escolhida, as provas de Bobsled, Skeleton e Luge acontecerão na Letônia.

Assim, sem os custos de construir uma obra do zero, o risco financeiro para a cidade-sede é baixo e a população não arca com algum possível prejuízo.

A escolha da sede dos Jogos de 2026 será feita na segunda-feira (24).

Foto: AFP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes