Surto História - O tri pan-americano de Eronilde


Eronilde Araújo desembarcou em Winnipeg  para disputa dos jogos Pan-americanos em 1999, com um peso enorme. Aquela não seria a principal competição do ano  ele teria o mundial de atletismo em Sevilla após o Pan - e nem teria grandes adversários. O que pesava era a chance igualar Adhemar Ferreira da Silva como tricampeão pan-americano no atletismo. 

O lendário triplista era o único brasileiro a alcançar tal feito e o baiano Eronilde já tinha sido bi nos 400m com barreiras em Havana 91 e Mar del Plata 95. 

Seu maior rival seria o americano Eric Thomas, que foi o mais rápido na qualificação, com 48s71. Eronilde foi o segundo com 48s83, mas estava tranquilo com o seu tempo na final. 

Na final, Eronilde mostrou a sua força e venceu os 400 c/barreiras com 48s23 batendo o recorde pan-americano e se tornando o segundo tricampeão pan-americano brasileiro no atletismo. 99 foi um grande ano para Eronilde, que ficou em quarto no mundial de atletismo e em Sydney, ficou em quinto.

Em 2003, no Pan de Santo Domingo, ele tentou o tetra pan-americano, mas já em declínio, terminou em oitavo na final. Mas Eronilde deixou marcado o seu nome no atletismo brasileiro como um dos melhores barreiristas que o Brasil já teve

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes