Seleção brasileira de Vôlei masculino estreia na terceira etapa da Liga das Nações, em Portugal


A equipe brasileira está em Gondomar, em Portugal, para a terceira etapa da Liga das Nações masculina de vôlei. O time dirigido pelo técnico Renan chega com seis vitórias em seis jogos e, desta vez, terá Sérvia, China e Portugal como adversários – nesta ordem. O primeiro duelo será nesta sexta-feira (14.06), às 14h (Horário de Brasília), contra os sérvios.

Na primeira semana da competição, em Katowice, na Polônia, o Brasil venceu Estados Unidos, Austrália e Polônia e, na segunda, em Tóquio, no Japão, bateu Irã, Japão e Argentina. Com isso, o time verde e amarelo segue invicto e na liderança do campeonato, somando 15 pontos.

Feliz por estar de volta a Portugal com a seleção brasileira depois de 13 anos, o levantador Bruninho comemora, ainda, sua chegada ao grupo nesta temporada – o capitão do Brasil ganhou folga nas duas primeiras etapas da Liga das Nações depois de uma temporada cansativa com o Lube Civitanova, seu time na Itália.

“É um prazer poder voltar a Portugal, onde tive a minha primeira oportunidade de jogar uma Liga Mundial, em 2006, em Lisboa. Voltar aqui para mim é realmente especial”, afirmou Bruninho, que também falou sobre a expectativa para os jogos contra Sérvia, China e Portugal.

“Esse é um fim de semana de voleibol onde cada dia temos que nos adaptar a um estilo de jogo diferente, então, esse tem tudo para ser um fim de semana muito interessante e espero que possamos continuar neste nosso ritmo, crescendo, evoluindo a cada jogo, rumo a classificação para a Fase Final, que é o nosso primeiro objetivo”, disse o capitão do Brasil.

Para esta terceira semana de disputa, o técnico Renan aposta em bons jogos. Segundo o treinador, os diferentes estilos de jogo dos adversários colocam a etapa em um bom nível de disputa.

“São quatro seleções que, no meu modo de ver, representam o voleibol mundial. Temos a Sérvia, que é caracterizada por uma seleção que joga com muita força, velocidade, a China, que joga com muita defesa, muito volume de jogo e a seleção portuguesa, que parece muito com o voleibol brasileiro, com uma mistura das escolas asiáticas e europeia”, resumiu Renan.

O treinador do time verde e amarelo seguiu a linha de raciocínio: “Talvez seja a grande particularidade dessa competição a diversidade de jogar todo fim de semana em diferentes escolas. Tenho certeza que vai ser um grande fim de semana”, concluiu Renan.

Foto: FIVB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes